À Boleia Autor: André Duarte Feiteira

 Quem é livre no momento de emitir opinião? Autor: André Duarte Feiteira

Se um dia se descobrisse uma fórmula matemática para todos os nossos desejos, vontades e opiniões, muito provavelmente, o homem deixaria imediatamente de sentir todas elas. Não acredito que alguém aceitasse escolher por regras, como se fossemos seres mecânicos.

Somos livres na procura de desejos, agimos e devemos agir em busca das nossas vontades. Mas seremos totalmente livres no momento de emitir opiniões? Infelizmente e, apesar de o devermos ser, cometemos erros que condicionam toda a liberdade e idoneidade de opinião. Todos nós temos amigos, conhecidos ou pessoas pelas quais temos algum tipo de afinidade e, sem nos apercebermos, acabamos por emitir opiniões condicionadas à estima que temos pela pessoa que nos é próxima. A amizade, as paixões e todos os sentimentos afectivos, porém, devem ser alheios à nossa opinião, caso contrário não passaremos de imbecis, de bestas que apenas agem para agradar o próximo, de seres programados que se ridicularizam ao tentar sepultar a verdade em abono da opinião momentânea. Aquela opinião que não tem qualquer fundamento ou veracidade, mas que se encaixa perfeitamente no momento e circunstância em que a empregamos.

Sei que por vezes emitir uma opinião idónea é uma treta, uma valente treta! Quando estamos frente a frente com alguém que gostamos e essa pessoa diz:”Adorava ir assistir ao ballet este sábado”; o mais fácil será responder: “Eu também adorava ir”. Mas caramba pá, se a última coisa que te apetece fazer é ir ao ballet para quê emitir uma opinião favorável só por conveniência? Não será preferível dizer: “esquece lá o ballet, os Pink Floyd tocam no sábado…”. Concordo que corres o risco de deitar tudo a “perder”, mas é moralmente correcto proferires a tua verdadeira vontade e opinião e não seres guiado pelos impulsos de conveniência. Muitos seres apenas se movimentam por conveniência, e alguns pelas suas vontades e desejos, os primeiros são animais, os segundos seres humanos!

LEIA TAMBÉM

Incêndios causaram mais de 10 milhões de euros de prejuízos em Seia

Os prejuízos financeiros causados pelos incêndios dos dias 15, 16 e 17 de Outubro no …

idosos

Idoso desaparecido em Trancoso

Os Bombeiros e a GNR estão a procurar um homem de 90 anos que foi …