Coligação liderada pelo CDS preocupada com empreitada da retirada do amianto das escolas de Oliveira do Hospital

A Coligação Construir o Futuro (CDS-PP / MPT / PPM) está “preocupada e apreensiva” com o desenrolar do processo de substituição do amianto no Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital. Os centristas, além de salientarem que o anúncio das obras foi anunciado em período eleitoral, querem saber como será realizada a empreitada com as aulas a decorrerem e deixam várias perguntas.

“Pese embora o contentamento pela realização de uma obra porque todos lutámos e que todos desejamos, urge colocar as seguintes questões: 1 – Sabemos bem que o perigo do amianto está bem mais presente aquando do seu manuseamento. Vamos ter as nossas crianças sujeitas a isso? Em que condições? Com andaimes, material de obras e crianças à mistura? 2 – A obra vai decorrer com os alunos dentro da escola? 3 – Existem condições de segurança para que isso aconteça? 4 – Porque não se realiza a obra em período de pausa lectiva?”, questionam, frisando que são necessárias respostas urgentes.

“Queremos acreditar que tudo isso está acautelado, mas queremos saber. É preciso Construir o Futuro com as nossas crianças em segurança”, rematam.

LEIA TAMBÉM

José Carlos Alexandrino acusa Governo de discriminação na ajuda pós-incêndios

O presidente da câmara de Oliveira do Hospital acusou o Governo de estar a discriminar …

Presidente da CM de Oliveira do Hospital indignado por FPF esquecer Coimbra e quer jogo de solidariedade da selecção naquela cidade

O presidente da Câmara de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, criticou a Federação Portuguesa …