1100 Anos Igreja Moçárabe de Lourosa: Festa do Padroeiro reuniu freguesia

O orago desta igreja matriz é a Cadeira de S. Pedro de Antioquia, que se celebra a 22 de fevereiro. Esta é uma festa que se perdeu no tempo e não existe memória recente de que o dia do padroeiro da Igreja Moçárabe de Lourosa tenha sido celebrado no último meio século.

As comemorações do jubileu dos 1100 anos da Igreja de Lourosa vieram reavivar a celebração do dia consagrado a este orago, festa que as gentes desta freguesia pretendem continuar a celebrar no futuro.

Tratou-se de um momento de fé que concentrou os fiéis da freguesia de Lourosa, durante toda a tarde, que não quiseram deixar de participar nestas celebrações, cuja eucarístia foi presidida pelo vigário episcopal da região Nordeste, padre Manuel Martins e pelo padre Higino Tchikala.

O padre desta paróquia não deixou de se congratular pelo momento assinalando o facto de a paróquia estar a retomar a esta festividade religiosa.

Presente pela primeira vez em Lourosa, o vigário episcopal partilhou as palavras de Higino Tchikala. Deslumbrado com o templo que é também monumento nacional incidiu a sua intervenção nas celebrações jubilares que se assinalam durante este ano bem como no papel do padroeiro, a Cadeira de S. Pedro.

Finalizada a missa, cujos cânticos foram entoados pelo coro da Igreja, que contou com a presença da Irmandade local seguiu-se a procissão. Os fiéis percorreram as principais ruas da localidade de Lourosa, carregando os andores com os santos que acompanharam o padroeiro. Acompanhou a procissão a Filarmónica Fidelidade de Aldeia das Dez. Depois de concluído o ritual de devoção seguiu-se um concerto pela Filarmónica que interpretaram várias músicas e animaram o público presente. A anteceder este momento de fé que reuniu centenas de pessoas no templo milenar de Lourosa durante toda a tarde de domingo, a freguesia de Lourosa foi animada pelas notas musicais executadas pela Filarmónica Fidelidade de Aldeia das Dez. O grupo de executantes percorreu algumas das aldeias da freguesia onde tocaram algumas músicas e receberam aplausos. Almoçaram depois na sede da Associação de Melhoramentos, Cultural e Recreativa de Casal de Abade, num repasto confeccionado por um grupo de populares, com o apoio da Junta de Freguesia local. Como pontapé de saída para as festividades um animado convívio musical, a cargo da Banda K, preencheu a noite de sábado, reunindo a população.

A Festa do Padroeiro foi a segunda actividade realizada no âmbito de um vasto programa delineado para assinalar o jubileu dos 1100 anos da Igreja Moçárabe de Lourosa, exemplar único no nosso país deste estilo arquitectónico, e que ao longo de 2012 estará em destaque no concelho de Oliveira do Hospital.

Assente em dois pilares e com o mote “1100 anos de Fé e História” a programação, definida pela Comissão Organizadora que congrega entidades civis, religiosas e população e que já foi iniciada a 15 de Janeiro, estende-se até Setembro com várias actividades de carácter religioso e cultural.N Nos meses de março e abril será dinamizado um ciclo de conferências relacionadas com a Igreja Moçárabe de Lourosa, história e património.

Cristina Luís, jornalista e membro da Comissão Organizadora

LEIA TAMBÉM

“O presidente diz que Oliveira está na moda. Adarnela só se for na moda da idade da pedra. Não tem água, nem saneamento”

Quem chega a Adarnela, no concelho de Oliveira do Hospital encontra uma localidade dividida entre …

Cemitério de Nogueira do Cravo vai ser ampliado

A Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital aprovou na sexta-feira o alargamento do cemitério de …