250 luminarias desativadas assinalam Dia Mundial da Energia em Oliveira do Hospital

O Município de Oliveira do Hospital assinala este ano o Dia Mundial da Energia, 29 de maio, com uma desligação estratégica de 250 luminárias da rede elétrica de iluminação pública.

A iniciativa teve início ontem, terça-feira, com a desativação de vários braços de iluminação pública na União de Freguesias de Oliveira do Hospital e S. Paio de Gramaços. No dia 29, e para assinalar a efeméride, vão também ser desligadas várias luminárias do largo Ribeiro do Amaral e da avenida Francisco Sá Carneiro.

A medida, que surge no âmbito do Programa de Eficiência Energética (PEE) lançado pela câmara municipal no ano passado, traduzirá anualmente uma redução estimada em 12 por cento na fatura energética que o MOH suporta com esta freguesia, o que representa um valor na ordem dos 17 mil euros.

O Presidente da Câmara Municipal congratula-se com a eficácia e os resultados que o PEE tem estado a alcançar, sublinhando que está em causa um programa absolutamente indispensável para reduzir o elevado peso que a fatura energética assume nas despesas anuais do município.

Realçando a crise económica que o país atravessa, José Carlos Alexandrino sublinha o facto de o PEE já ter permitido, desde o seu lançamento, gerar uma poupança energética anual superior a 70 mil euros.

O autarca salienta também que este programa, que a longo prazo pretende reduzir em cerca de 35 por cento os custos associados ao consumo de energia elétrica, insere-se num conjunto de políticas que a câmara municipal tem estado a pôr em prática com vista a assegurar a sustentabilidade das contas públicas.

Sublinhando que estas ações serão sempre efetuadas sem pôr em causa a segurança pública, José Carlos Alexandrino refere também que durante o ano de 2014, a operação de desligação de luminárias vai ser estendida a todas as freguesias do concelho.

O PEE atuará em quatro grandes áreas: iluminação pública, edifícios municipais, equipamentos de bombagem de águas e outros equipamentos (rotundas, mupis e semáforos, por exemplo).

LEIA TAMBÉM

O Governo aberto a negociar com municípios aumento da verba e prazo para limpeza de terrenos

As Câmaras municipais estão obrigadas a substituir-se aos privados se estes não limparem os terrenos …

Acessos à Serra da Estrela cortados devido à queda de neve

Algumas estradas de acesso à Serra da Estrela estão hoje de manhã cortadas devido à …

  • José Marques

    Em altura de dificuldades é preciso ter coragem para tomar determinadas medidas.Esta iniciativa deve merecer o apoio de todos uma vez que se trata de poupar dinheiros públicos. Do meu ponto de vista a Câmara deve desativar todas as iluminarias, onde a sua função não se justifica.