51 cabeças de lista disputam eleições autárquicas em Oliveira do Hospital

Já são conhecidos os candidatos aos vários órgãos autárquicos nas eleições de 29 de setembro. PS concorre em 15 freguesias, PSD apresentou candidatos a 13, CDS-PP entra na corrida em oito freguesias, CDU avança com listas em quatro e independentes candidatam-se a três freguesias.

São 43 os cabeças de lista candidatos às 16 juntas e uniões de freguesia do concelho de Oliveira do Hospital. Tal como tinha sido noticiado ontem pelo correiodabeiraserra.com, o Partido Socialista concorre em 15 das 16 juntas e uniões de freguesia, não entrando apenas na corrida à união de Lagos e Lajeosa num claro sinal de apoio ao “Movimento Lagos e Lajeosa” liderado por José António Guilherme ( ex-PSD). «« Conheça aqui os candidatos do PS»».

No que ao número de candidatos às juntas de freguesia diz respeito, o PSD surge num patamar imediatamente a seguir com um total de 13 listas apresentadas em tribunal e não 12 como até ao final da manhã um “lapso de tribunal” fez crer. Em causa esteve a omissão da candidatura do PSD à União de Freguesias de Oliveira do Hospital e S. Paio de Gramaços que chegou a ser encarada com estranheza entre os vários quadrantes políticos. Uma omissão que decorreu de um “lapso” assumido pela secretaria do Tribunal de Oliveira do Hospital que, ao final da manhã, dava como certa a candidatura de Nuno Amaro pelo PSD àquela união de freguesias. Ultrapassado o episódio em torno da união Oliveira do Hospital/ S. Paio de Gramaços é, contudo, certa a falta de participação dos social-democratas nas freguesias de Lagares da Beira, Alvôco das Várzeas e S.Gião.

À União Penalva de Alva / S. Sebastião da Feira, o PSD avança com o ex presidente de Junta António Luís Brito, recorrendo em Aldeia das Dez a José Gomes de Oliveira. O nome de Fernando Esculcas está confirmado na corrida pela presidência da união de Santa Ovaia e Vila Pouca da Beira, assim como o de José Carlos Martins em Avô. Em Travanca de Lagos, o PSD avança com Fernando Manuel Viegas, enquanto que à União de Ervedal da Beira e Vila Franca da Beira a escolha recaiu sobre Maria Arlete Costa. O ex autarca António Inácio Campos volta a ser a aposta dos social-democratas na freguesia do Seixo da Beira. Francisco Marques da Silva é o cabeça de lista na Bobadela, sendo certa candidatura de Abílio Vales em Lourosa, Rui Fernandes em Nogueira do Cravo e de Nuno Batista à presidência da União de Lajos e lajeosa. A gerar surpresa está também a candidatura de Nuno Leandro Garcia à autarquia de Meruge, conhecida que foi a postura assumida pelo partido em eleições anteriores de apoio à candidatura da CDU.

Na candidatura do PSD à Câmara Municipal, Cristina Oliveira faz-se acompanhar por João Brito, António Carlos Saraiva, Marisa Pereira, Alda Pereira, Luís Miguel Mendes e Orlando Gonçalves. À Assembleia Municipal, o PSD candidata Luís Manuel Correia que surge acompanhado de Maria Luísa Vales (ex Oliveira do hospital Sempre) e Rafael Cosa (ex Oliveira do Hospital Sempre). No conjunto das listas que apresentou em tribunal é visível a ausência do social democrata e atual deputado municipal Rui Abrantes que, apurou este diário digital, estará em situação de rutura com a Comissão Política de Secção do PSD, estrutura onde ocupa o lugar de vice-presidente. Elsa Correia é a mandatária da candidatura social-democrata.

Na corrida às autárquicas de 29 de setembro, o CDS-PP apresentou em tribunal candidaturas a oito juntas de freguesia. Nuno Alves é o cabeça de lista dos centristas à União de Freguesias de Oliveira do Hospital e S. Paio de Gramaços, sendo que em Nogueira do Cravo a escolha recai sobre Sandra Marques, no Seixo da Beira em José Eduardo Lopes e na União Santa Ovaia/Vila Pouca da Beira em Maria Irene Campos. Raquel Campos Alves é cabeça de lista em Alvôco de Várzeas, Rui Tavares lidera a candidatura do CDS/PP à União de Lagos da Beira e Lajeosa e Duarte Lencastre é o candidato à União de Penalva de Alva e S. Sebastião da Feira. Em S. Gião, o CDS avança com Vitor Guttierrez.
Na corrida pela presidência da Câmara Municipal, José Vasco de Campos tem a seu lado Maria José Falcão de Brito e Vitor Guttierrez. Luís Lagos confirma-se na candidatura à Assembleia Municipal, seguido de Liliana Gandarez e Nuno Cardoso. Fernando Alves é o mandatário da candidatura.

No que ao número de listas apresentadas diz respeito, a CDU surge num último patamar, com um total de quatro candidaturas efetivadas às Juntas de Freguesia. João Dinis é cabeça de lista à União de Ervedal da Beira e Vila Franca da Beira e Aníbal Correia volta a merecer a confiança da CDU na corrida pela Junta de Meruge. António Veloso é o candidato à União de Oliveira do Hospital /S. Paio de Gramaços e Luís Almeida é cabeça de lista em Nogueira do Cravo. João Dinis é também o candidato da CDU à Câmara Municipal num projeto em que se faz acompanhar de João Abreu e Conceição Pedro. Mateus Mendes é o candidato à Assembleia Municipal, com João Dinis e Rosa Ferreira. Luís Almeida é o mandatário da candidatura.

Àquelas candidaturas juntam-se ainda três movimentos independentes. Para além do já referido “Movimento Lagos e Lajeosa” – José António Guilherme (ex PSD) é o cabeça de lista – há a registar o movimento “Freguesia Travanca de Lagos Unida Sorri” liderado por António Manuel Soares e o movimento “Avô, A nossa Terra” que surge com António da Silva Antunes à cabeça.

Feitas as contas, são 51 os cabeças de lista – Juntas de freguesia, Câmara e Assembleia Municipal – que vão disputar as eleições autárquicas de 29 de setembro no concelho de Oliveira do Hospital.

Ao início da tarde de hoje, também já era conhecida a ordem das várias candidaturas no boletim de voto. No que à Câmara e Assembleia Municipal diz respeito, a CDU figura em primeiro lugar, seguida da candidatura do CDS-PP. O PSD surge em terceiro lugar, sendo a última posição do boletim de voto ocupada pela candidatura socialista.

LEIA TAMBÉM

“CORO” DA HEGEMONIA PS NA CÂMARA E NA ASSEMBLEIA MUNICIPAL ACTUOU DURANTE A EDIÇÃO 2018 DA EXPOH – OLIVEIRA DO HOSPITAL. Autor: João Dinis

Escrevo este “opinião” a 30 de Julho de 2018. Ontem à noite, fui a Oliveira …

Dois mortos e quatro feridos em acidente no IP3 em Santa Comba Dão

Um acidente no IP3 provocou duas vítimas mortais e quatro feridos, dois em estado grave. …

  • Erasmo de Roterdão

    É muita cabeça de lista… no final. vão ficar 18.Era capaz de arriscar quais são.Acho que vão ser 17 de um partido e uma de um “independente”…

    • Nikas

      Será o “Independente” de Travanca de Lagos?! Ele é bom, e vai bem acompanhado. Mas os outros independentes também não estão mal.
      Talvez 15 + 3! Tipo euromilhoes!

  • Oliveirense

    Nuno Amaro pelo PSD em Oliveira e S Paio, estou chocado, só pergunto se o meu PSD sofre de ignorância politica ou de desespero politico, qualquer pessoa de Oliveira era bem capaz de fazer melhor que ele …. enfim

    • Joker

      A ser verdade o PSD não tinha alguem mais desponivel para a junta de freguesia,vá que tenho nada contra a pessoa em si ,julgo eu que nem tem tempo para a vida profissional!!,para mim um presidente da freguesias devia ser um aposentado ou reformado assim teria todo o tempo desponivel pra se dedicar à freguesias.

  • Erasmo de Roterdão

    “Oliveirense”: Nunca ouviu dizer que, “quando não se tem cão, caça-se com um gato”..! O Rui Abrantes não aceitou, porque queria e merecia mais.Vai daí, ficou de fora de tudo e arranjaram outras soluções…

    • Oliveirense

      e soluções muito fracas no meu ponto de vista, e sim o Abrantes acho que era o Homem indicado para o confronto com o Alexandrino, acho que ia ser uma luta mais intensa realizada por dois homens com boas capacidades e bem conhecedores do concelho e dos seus problemas, já a Cristina Oliveira desconheço, nunca a cá vi nem sei quem ela é nem as capacidades que tem, só me resta o voto em branco e o nulo para votar….

  • Desalinhado

    Essa foi boa…….Nuno Amaro?Ja agora, que mistério foi este com o Abrantes?

  • Erasmo de Roterdão

    Política do confronto, do bota abaixo, do eu ou o caos..!

  • Ouvido na barbearia

    – “Sei que alguns estão à espreita. Mostrem que são verdadeiros militantes do PSD, que não vos move interesse pessoal e que querem o melhor projeto para Oliveira do Hospital”. Dizia a tininha.
    – Agora já viu que quem está à espreita faz tété….tété….tété.

  • Ulvária

    O que me faz rir destes politicos da nossa praça e não só! e que só veem defeitos nos outros !!,nas campanhas eleitorais se promete tudo sem conhecer verdadeiramente as finanças do municipios ou das freguesias e depois as promessas não foram feitas por culpas dos outros,eu que sou apartidário ” independente” e que conheço o concelho como nimguem desde quintas,becos,ruelas,povoações,sedes de freguesias e a sede do concelho,vejo que as obras que foram feitas neste mandandato do Senhor Professor José Carlos e do Professor Mário Alves,foram feitas como os partidos politicos estavam na junta,o problema é que certas juntas pouco viram deste mandanto e do interior nada de nada,lourosa,Travanca de Lagos,Bobadela,Aldeias Das Dez e principalmente na cidade de Oliveira do Hospital,podem dizer que estou a ficar louco mas posso especificar,enquanto se andou arrancar cimento em passeios bons pra colocar pedrinhas à outros que nem cimento tem,a zona industrial é o espelho disso pois para dar uma caminhada tem que se vir para a estrada por eles estão em terra e relva é o que não falta,zona histórica tem as canalizações mais antigas da cidade a agua corre em tubo que tem mais de 40 anos “Quarenta” e por isso não pode ter pressão para chegar em condições a apartamentos mais altos,esgostos correm por sargetas antigas onde ainda se ve ratazanas,e as calçadas estão muito boas !! e nesta zona da cidade que vive a população mais idosa e por isso tem mais dificuldade em se movimentar,pois e tem feito coisas boas! sim festas na zona historica que o que traz de conforto para aqueles que cá moram nada,festas destas são boas para os comerciantes mais nada,lixo os homens dos carrinhos do lixo devem ter o Gps estragado porque só vão para as ruas principais,porque as ruelas continuam sempre com o mesmo lixo e no fins de semanas lixo fora dos caixotes e pra o turistas verem,mas será que este e outro presidente não fizeram nada!pois claro que fizeram mas tem que se investir melhor e numca podem ser sempre nos mesmos locais !!!!!

  • Erasmo de Roterdão

    Estou de acordo com a crítica.E mais lhe digo:Com dinheiros do Município, aquele que prometer o que quer que seja, está a mentir.As receitas actuais dão para pagar aos funcionários, que já foram reduzidos, e para pagar a água e os esgotos, se estes aumentarem.Se não aumentarem não dá.É verdade que se paga de água e esgotos um terço do que se paga em alguns Concelhos.Com a entrada das novas Etars, acabou essa situação.Para obras, só com o “GPS” a trabalhar.Por lá, as coisas estão como se sabe.Não virá grande coisa…Quanto à utilização dos dinheiros, as opções nunca agradam a todos.Que foi distribuido dinheiro, equitativamente, por todas as freguesias, é público. Foi o grande sucesso e a grande medida deste executivo, que lhe deu a unanimidade dos presidentes de junta.Nenhum dos antigos concorre pelo PSD.Alguns porque não podem.Se pudessem, não tenho dúvidas, estavam pelo PS.Pelo menos, contra, não estariam.Isso diz da justeza deste executivo com as freguesias, e o tratamento igual, com os presidentes de junta.

  • Farto de tiros nos pés

    Com a apresentação das listas, e com a demissão de pelo
    menos 3 elementos da CPC do PSD, fica provado que o tété é o principal agente
    de destruição do PSD de Oliveira do Hospital.

    A saga começou há oito anos atrás, criando conflitos dentro
    das equipas que levou à sua dispensa.

    Há quatro anos promoveu e fomentou o movimento independente,
    dando assim origem a que o PS com JCA chegasse ao poder, coisa que era impensável.
    O pior de tudo foram as feridas internas que ainda hoje não estão saradas e que
    levaram a que não conseguissem listas de grande valor.

    Para estas eleições idealizou uma política macabra com vista
    a engrandecer a figura do Caetano, não se escusando para tal a aceitar a ajuda
    dos sogros que fortemente se mobilizaram e empenharam para tal. O Caetano que
    esqueça, pois não reúne as qualidades necessárias.

    Demitiram-se os maiores mobilizadores, ficando a CPC completamente
    dependente do incompetente tété, que só conseguiu PSD’s à frente de duas
    listas, porque foram empurrados e a vergonha obrigou a tal.

    Pede-se pelo menos uma cabeça por esta vergonha que fizeram
    passar o Partido, tendo que ser essa cabeça a do tété. Quanto mais tempo está à
    frente, mais enfraquece a estrutura e menos hipóteses tem Cristina Oliveira de
    ser eleita.

    Chega de imbecilidades, tété para casa já, para bem do PSD e
    do concelho.

  • Erasmo de Roterdão

    Deixem estar o Téte´.Prestou um grande serviço a Oliveira.Permitiu que uma gestão capaz, tomasse em mãos os destinos de Oliveira.Para ser bom tem que ser PSD? Não creio.Força professor Duarte.Lugar aos capazes, sejam eles de que lado forem..! Tem estado muito bem…O PSD em trinta anos pouco fez.Mereciam umas prolongadas “e merecidas” férias.O senhor concedeu-lhas..!

    • Guerra Junqueiro

      Belarmino;

      Aqui estamos de acordo, este viral “nanó-ser”, muito mais pequeno que qualquer “ser-menor” não vai conseguir nenhuma eleição dos seu escolhidos.
      Somente os PSD’s vão ser eleitos, e refiro-me particularmente a Nogueira do Cravo, pois o Rui está muito bem secretariado. A Bobadela com equipas ainda do tempo do Mário e Lagos/Lageosa escolhas da responsabilidade do Rui Abrantes.
      E para mal dos teus pecados, vai ganhar também a candidata, uma verdadeira PSD que não foi escolha desse “nanó-ser”.

      Cumprimentos
      Guerra Junqueiro

  • Trikas