“A ESTGOH é um projeto demasiado importante para ser tratado com paliativos”

Para a candidata do PSD à Câmara de Oliveira do Hospital a substituição do curso de Marketing pelo de Desenvolvimento Regional e Ordenamento do Território não é solução sustentável. Num post que colocou no facebook, Cristina Oliveira alerta ainda para a “arma mortífera da baixa eloquência de pré campanha eleitoral”.

A dominar as preocupações dos oliveirenses, a extinção do curso de Administração e Marketing da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital também não deixou indiferente a candidata do PSD à autarquia oliveirense que, no passado dia 17, reuniu com o presidente do Instituto Politécnico de Coimbra com o objetivo de ouvir de “viva voz as razões” daquela decisão.

A informação consta de um post que Cristina Oliveira editou na página do Facebook “Cristina por Oliveira”, onde pese embora não avançar com as explicações que lhe terão sido dadas por Rui Antunes, dá conta da sua discordância no que respeita à substituição do curso de Marketing pelo de Desenvolvimento Regional e Ordenamento do Território. “Não é solução sustentável”, entende o rosto da candidatura social democrata à Câmara de Oliveira do Hospital, para quem “a ESTGOH é um projeto demasiado importante para o futuro do concelho, para ser tratado com paliativos e com a arma mortífera da baixa eloquência de pré-campanha eleitoral”.

“Haja decoro”, chega a aconselhar Cristina Oliveira que, no imediato, aponta o dedo à atuação do executivo municipal e em particular do seu presidente que, em 2011, prometeu “3,5 M para a construção e uma nova escola”. Citando mesmo uma expressão de José Carlos Alexandrino – “A muito curto prazo lançaremos a obra” – e reproduzida por este jornal digital em “7 de fevereiro de 2011” com a garantia de “avançar com o lançamento da adjudicação ainda em 2011”, a candidata pelo PSD questiona: “onde está essa obra prometida com tanta pompa e circunstância? Não há”. “Diga-se ainda, em abono da seriedade que, se a ESTGOH sobreviveu ao verão de 2011, bem o deve à intervenção dos deputados do PSD. Procuro em vão qual foi a intervenção deste executivo no assunto. Não encontro. Além de discursos inflamados, mas inócuos!”, continua Cristina Oliveira.

Para a candidata do PSD, “a ESTGOH tem futuro, com um projeto consolidado no território, com uma identidade própria, com a construção de um consórcio científico envolvendo diferentes parceiros da área da educação, do emprego e da ciência”. “A ESTGOH precisa de asas para voar sozinha”, conclui.

LEIA TAMBÉM

IP reforça meios de prevenção e limpeza de gelo e neve nas estradas da Serra da Estrela com novo Silo de Sal-gema na Guarda

A Infra-estruturas de Portugal (IP) instalou na Guarda, um novo silo de sal-gema com capacidade …

Incêndios causaram mais de 10 milhões de euros de prejuízos em Seia

Os prejuízos financeiros causados pelos incêndios dos dias 15, 16 e 17 de Outubro no …

  • Guerra Junqueiro

    Muito bem Drª Cristina;

    A verdade é como o azeite, vem sempre ao cimo.
    Não se esqueça, «A luta do Homem contra o poder é a luta da memória contra o esquecimento.».

    Tem que se ir lembrando esta gente daquilo que têm dito e escrito.

    Cumprimentos
    Guerra Junqueiro

  • José Silva

    Pelo que dá a entender esta senhora é a favor de “elefantes brancos”!!!

    Para quê construir um novo edifício se os cursos existentes cada vez trazem menos alunos e a lógica de racionalização do Governo, assenta em diminuir os cursos existentes no País e o número de vagas dos cursos?

    O consórcio científico está a dinamizado, e bem, pela BLC3, não?

    Quanto à pré-campanha tem razão: cartazes da juventude com frases idiotas, destruição desses mesmos cartazes, agressões de vice-presidentes, ataque a presidentes da junta porque expressaram a sua opinião em favor do atual executivo camarário, um alegado “séquito comunista”… Isto não é política, ou melhor, é a política que, infelizmente, temos com candidaturas medíocres e líderes partidários mal preparados!!!

    Enfim…

    Cumprimentos,

    José Silva

  • Oliveirense atento

    Mas quem é a Cristina Oliveira??? Alguém conhecia??? Ah sim, aquela senhora que agora se tem mostrado e que a maioria das pessoas do concelho nem sabiam da sua existência. Aquela que se vai candidatar pelo PSD…
    Esta senhora enerva-me solenemente, vem de Coimbra para aqui pensar que tem o rei na barriga. Pensem um pouco… Vem agora pensar que nos vai conquistar com paleio, quando nem sequer trabalha no concelho, fugiu daqui para procurar uma vida melhor e agora como está queimada por aqueles lados, quer voltar as raízes porque lhe cheira a um bom tacho!!!

    Ainda há uns tempos andavam todos de costas voltadas, falavam mal uns dos outros, cuspiam-se etc, agora querem ser todos amigos, ou tentam ser.

    A politica está uma vergonha, querem todos poleiro, trabalham todos com a mesma vontade, com o mesmo objectivo… CONSEGUIR UM LUGAR MELHOR PARA ELES.

    Enquanto pensarem assim, este concelho, este país, o MUNDO não vai para a frente.

    Preocupem-se com o próximo…

    Sou militante do PSD e neste momento assumo vergonha pelo meu partido!!!

    Inté

  • Leandro Santos

    Para bem do concelho, muitas vezes é melhor termos um presidente de fora e que não conheça muita gente, pois assim sempre se combate o tachismo que começou assim que o novo executivo tomou posse!

  • Erasmo de Roterdão

    E quem são os beneficiários desse tachismo pode saber – se? Ou é segredo e ninguém sabe porque não existe? Agradecia a sua confirmação, com factos concretos…