À Boleia Autor: André Duarte Feiteira

A falta de ética na comissão política do PSD de Oliveira do Hospital. Autor: André Duarte Feiteira

“A política sem risco é uma chatice, mas sem ética é uma vergonha”, como dizia Francisco Sá Carneiro. É já um hábito classificar os políticos todos da mesma forma, mas, como em tudo na vida, não se deve generalizar. Tanto nas juventudes partidárias como nos partidos políticos, há pessoas com ideais, capacidade de trabalho e com vontade de contribuir para um pais melhor. E é por acreditar nessas pessoas que venho a público denunciar a actual comissão política do Partido Social Democrata de Oliveira do Hospital.

Nas anteriores eleições autárquicas, a JSD de Oliveira do Hospital, apesar de ter os seus órgãos eleitos, decidiu não contribuir na campanha pelo PSD, indo mesmo alguns dos seus membros nas listas do Partido Socialista e outros pura e simplesmente “desapareceram”. Eu, e outros jovens sociais-democratas, apesar de não sermos militantes do partido, fomos nós a dar a cara e a contribuir para que a derrota não fosse ainda mais pesada. Depois das eleições autárquicas, apercebi-me que a JSD de Oliveira do Hospital não passava de um grupo restrito e que deveria ser revitalizada. Nesse sentido, corremos o concelho à procura de jovens com vontade de criar a mudança, jovens com capacidade de trabalho e com ideias para desenvolver o concelho. Queríamos que todas as dezasseis freguesias de Oliveira do Hospital estivessem representadas na JSD, pois só dessa forma saberíamos as necessidades de todo o concelho. Esse trabalho foi feito e conseguimos capitalizar mais de trinta jovens no espaço de um mês.

De seguida, vieram as eleições distritais e começaram os problemas. Quando o deputado da Assembleia da República, Maurício Marques, avançou para encabeçar uma lista à distrital de Coimbra, a comissão politica de Oliveira do Hospital decidiu apoiar esta candidatura. Eu, apesar de não ser militante do partido, decidi dar o meu apoio a Fernando Guerra. Curiosamente ou não, apesar de toda a comissão politica do PSD de Oliveira do Hospital ter dado apoio a Maurício Marques, a verdade é que apenas venceram em Oliveira do Hospital por quatro votos. Mas é assim em democracia, há que respeitar a liberdade de escolha dos indivíduos e depois respeitar o voto do povo, neste caso dos militantes.

Findadas as eleições distritais, continuei a trabalhar no objectivo a que me tinha proposto: dinamizar e revitalizar a JSD de Oliveira do Hospital. No seguimento deste trabalho deparei-me com a falta de ética política e com uma tentativa de corromper a democracia por parte da comissão política de Oliveira do Hospital. Fui convidado a ir à sede do partido onde o presidente da comissão política afirmou que não era eu o candidato que as altas patentes do PSD pretendiam para liderar a JSD de Oliveira do Hospital.

Isto é antidemocrático e viola todos os estatutos do partido! A JSD é um órgão independente do partido e a Comissão Política de secção deve apoiar todos os candidatos, para posteriormente trabalhar com vencedores e vencidos. Mas a emenda era pior que o soneto, já que, para além de tentarem condicionar umas eleições que se querem transparentes, ainda se acham no direito de nomear um candidato que, curiosamente, até pertencia à anterior estrutura da JSD, e, como já referi, era uma estrutura de secretaria, já que fizeram um mandato fantasma. Naturalmente que não aceitei. Em primeiro lugar porque fui eu que apresentei o projecto aos jovens e não faria sentido não dar continuidade ao projecto. Em segundo lugar, e apesar de não ser militante, tenho acompanhado a JSD distrital de Coimbra onde, para além de conhecer pessoas fantásticas, tive uma maior noção do que de facto é a política e a causa pública. Em terceiro lugar porque mesmo não sendo militante, fui eu que dentro das minhas possibilidades acompanhei (única e exclusivamente) o conselho municipal da juventude em representação da JSD. Por último, mas não menos importante, porque não defendo, nem defenderei processos antidemocráticos e falta de ética política dentro das estruturas partidárias.

Posto isto, a comissão política de Oliveira do Hospital, numa tentativa repugnante de condicionar a nossa candidatura, convocou os proponentes a militantes a irem a uma quarta-feira à noite à sede do partido. Obviamente que a maioria deles, ou estudantes ou trabalhadores, não puderam comparecer, e apenas dois deles se deslocaram lá. Para nosso espanto, eis que ontem chegaram cartas registadas a todos os proponentes a militantes a dizer que não reuniam condições para ser militantes! Isto é antidemocrático, demonstra uma falta de ética política por parte da actual comissão política de Oliveira do Hospital e pretende condicional a própria estrutura.

Nesse sentido, e apesar de não ser militante, porque me impedem de o ser na secretaria, convido a actual comissão política de Oliveira do Hospital a pedir a demissão. É o bom nome do partido que está em causa e é a única forma de os intervenientes tentarem limpar o seu, já que, não só impedem novos jovens de se juntar a uma estrutura aberta como tentam condicionar eleições que se querem democráticas. Não é este o PPD de Sá Carneiro, não é este o PSD dos Oliveirenses!

À Boleia Autor: André Duarte FeiteiraAutor: André Duarte Feiteira

LEIA TAMBÉM

Comissão Europeia apoia promoção dos produtos agrícolas europeus. Autor: Sofia Colares Alves

Nos últimos anos, a União Europeia mostrou ser líder mundial do comércio de produtos agroalimentares …

João Brito diz que “Call Center” da Altice em Oliveira do Hospital serve para ludibriar oliveirenses

O líder da concelhia do PSD de Oliveira do Hospital considera que o empreendimento do …

  • Guerra Junqueiro

    O que acabo de ler é impensável, compreende-se assim que esta comissão politica está ao serviço do Partido Socialista. Bem me lembro do Prof. João Dinis dizer dias antes da campanha politica para as ultimas autárquicas que o Prof. José Carlos Alexandrino podia ir gozar férias pois deixava cá os do PSD a fazerem-lhe a campanha e a garantirem-lhe a maioria. Compreende-se muito bem agora o caso “Café Central” em que tudo sorriu aos intervenientes, menos aos munícipes e melhor se compreende a ideia peregrina de Nuno Vilafanha em querer para próximo candidato do PSD à Autarquia o actual Presidente.
    O que tenho a dizer é o seguinte: “Podem ficar cientes que se não se demitirem de imediato, tudo vou fazer para que saiam mais baixos do que a lama.

    Cumprimentos
    Guerra Junqueiro

  • Cátia Morais

    É vergonhosa tal situação ocorrida, bem como todos estes acontecimentos e declarações que acabo de ler, ainda para mais sendo uma estrutura partidária que representa o PSD no concelho como todos os militantes deste. Mas infelizmente, como o André disse e muito bem, no anterior mandato da JSD, pessoas desapareceram, e não foram poucas; desapareceram por não concordarem com situações também elas dignas de noticia e sem ética! Assim, como o facto de o André tal como disse acompanhar “única e exclusivamente” o PSD em representação da JSD, aqui peço desculpa André, mas apesar de concordar contigo, dou-te uma justificação clara.. Eras o único a ser avisado e convidado para jantares e caminhadas para essa representação, pois os restantes elementos pertencentes à direcção da JSD na eventualidade de serem convidados, era com 30 minutos de antecedência dos acontecimentos! Mas apoio a 100% o vosso esforço e dedicação, e espero que continuem, e que consigam levar o nome da juventude mais alto, bem como que consigam vencer esta “guerra” que a CP abriu sem jeito nenhum que só faz com que o PSD no concelho perca ainda mais a credibilidade que lhe resta!

  • Militante do PSD

    Mas afinal afinal quem és tu teenager inconsciente, paladino da alegria proveniente do fumo forte ingerido com frequência e tu peniqueiro mal visto na tua terra para estarem tal qual 2 supra sumos da grandiosidade do PPD, quando são tipos como vocês que esfrangalham, rebaixam, enxovalham e afundam na lama o PPD ?!

    • Je suis inacio

      São terríveis os gajos manel.

  • Alexandra

    Muito bem. Transparência no discurso. Gosto.

  • António Saraiva

    Num tempo de engano universal, dizer a verdade é um acto revolucionário. Parabéns.

    • Queres mama

      Com lacinho já parece poeta, mas caladinho caladinho, vale por 10. Por aquilo que tem feito pela social democracia Oliveirense, que é igual a nada!

  • JPCRUZ

    se é esse o problema é fácil a JCP ( juventude comunista Portuguesa) aceitaos com todo o gosto.

    • Sá Carneirsta

      Em Oliveira, defendia muito mais depressa a Honestidade das pessoas do PCP, do que a Incompetência, Pretensiosismo, Vaidade e Presunção dos actuais PSD’s.

    • lol

      Então mas tu és da JCP ou da JSD?

    • Afinal de qual és

      Mas afinal tu estás filiado na JCP e na JSD, isso faz de ti, o quê ??

  • Paulo Lopes

    Honestidade, meio caminho para o sucesso. A CPS deveria seguir o seu exemplo.

  • Justiça

    A verdade é que o Feteira quer um lugar numa juventude. Quem oferce mais?

  • Paulo Simões

    Muito bem.

  • Viva o CDS

    Então, agora és tu o culpado por não aceitarem os militantes? É que são uns artistas?
    O que é que andam a fazer? Além de serem gozados por toda a gente, o que fizeram?
    Nem a festa das Caldas se atreveram. Terá sido por falta de sardinha.
    Que tristeza, que descrédito, o PSD não vale um chavo. Viva o CDS que ainda agora arranjou 60 militantes e se fosse a votos ficava à frente do PSD.

  • Alexandre

    Isso mesmo, André! Acaba com as ilegalidades que esta CPC tem vindo a fazer. Aqui em Coimbra já estamos a par de tudo. Força nisso. Abraço

  • Visconde Vinhal

    E quando tu eras militante da js??E depois quando passas-te para os
    independentes??isso e que eram bons tempos de salta pocinhas…Podes pedir a refiliação na js, ja que nao tens cabidela no psd, ganhavas mais neste momento acredita.

  • Politicalex

    Para a JCP não tem interessados..? Será porque quando se ganha mais com a politica reverte para o partido, ou será porque vivemos num País de Capitalistas.Saiu hoje que estamos entre os piores dez, no Mundo… Podiam-me explicar porquê tanto servir quem nos explora..?