A lenda do Tesouro da Meia-noite vai permitir “viagem no tempo” em Linhares da Beira

A aldeia histórica de Linhares da Beira celebra, de 13 a 15 de Julho, a lenda do Tesouro da Meia-noite. Durante três dias, aquela localidade do concelho de Celorico da Beira, vai viver momentos de animação, com iniciativas gastronómicas e culturais. O “Tesouro da Meia-noite” é um evento inserido no ciclo de actividades das Aldeias Históricas de Portugal e pretende criar uma viagem sensorial pela aldeia, através de personagens que vivem na memória colectiva dos seus habitantes. Este é o quarto momento do ciclo de eventos “12 em Rede | Aldeias em Festa” que leva a cultura e a animação às 12 Aldeias Históricas de Portugal.

O programa da festa inclui a criação de uma receita com identidade para Linhares da Beira, com produtos locais, vai ser apresentada num show cooking pelas mãos do chef Tiago Bonito, detentor de uma estrela Michelin. Receita essa que será depois degustada pelos participantes e visitantes do jantar comunitário, que acontecerá no segundo dia, mediante inscrição prévia. O Mercadinho D’Aldeia será outro método de promoção dos produtos locais de Linhares da Beira que os visitantes poderão visitar. Na vertente musical, os espectáculos de som e luz serão fundidos com séculos de História, junto do imponente castelo de Linhares, contando com artistas como Seiva, Omiri e Marafona. O teatro de rua, por sua vez, será o ponto de ligação entre o presente e o passado, através de visitas encenadas das lendas e figuras emblemáticas da aldeia.

A lenda do Tesouro da Meia-noite leva-nos até aos tempos de Bernardo da Costa, um rico proprietário que vivia no Solar Corte Real, em Linhares. Diz o povo que explorava os seus arrendatários e que acumulou grande fortuna. Quando faleceu, os arrendatários que foram ao seu funeral viram no caminho o espírito de Bernardo da Costa a caçar, que lhes disse que lhe perdoava as rendas. No velório, descobriram que o caixão estava cheio de pedras e sem vestígios do corpo… A partir de então, quem trabalhava nas propriedades da família de Bernardo da Costa ouvia constantemente gargalhadas e outros barulhos e sentia um espírito a agarrar as suas roupas. Tempos depois, um habitante de Linhares sonhou três noites seguidas com um tesouro. Nesse sonho, alguém lhe dizia para ir à meia-noite às sepulturas em pedra que estão na Quinta da Fidalga (e que são património arqueológico). Mas teria de ir sozinho. Receoso, o morador levou um amigo. Quando chegou lá, encontrou um tesouro, de facto, mas estava queimado…

Depois de Linhares da Beira, o ciclo “12 em Rede | Aldeias em Festa” prosseguirá com eventos nas restantes Aldeias Históricas de Portugal. Segue-se Marialva (20 a 22 de Julho), Castelo Novo (27 a 29 de Julho), Castelo Rodrigo (31 de Agosto e 1 de Setembro), Castelo Mendo (14 e 15 de Setembro), Trancoso (5 a 7 de Outubro), Idanha-a-Velha (1 a 4 de Novembro), Monsanto (9 a 11 de Novembro) e, finalmente, Belmonte (7 a 9 de Dezembro). A música, gastronomia, animação de rua, História e estórias, oficinas e festa são os traços comuns que vão ligar as 12 Aldeias Históricas de Portugal, cada uma com a sua personalidade característica e singular, mas que em conjunto oferecem experiências únicas a quem os visita. Como ponto de partida da iniciativa “12 em Rede | Aldeias em Festa” está sempre algo que pertence à memória coletiva de cada aldeia. Tanto pode ser uma personagem, uma lenda ou um conto tradicional, como um acontecimento histórico ou um elemento patrimonial. As histórias e estórias das Aldeias Históricas de Portugal vão sair dos livros e do imaginário da comunidade. São símbolos distintivos e únicos, intimamente ligados a cada aldeia, que se transformam em programas com múltiplos pontos de interesse.

LEIA TAMBÉM

João Dinis acusa CM de Oliveira do Hospital de “negligência continuada” em estrada municipal

O membro da Assembleia de Freguesia da União de Freguesias de Ervedal e Vila Franca …

Dois detidos em flagrante em Tábua por cultivo de cannabis

O Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial da Lousã deteve, ontem, dois homens com …