A vitória de Portugal vista pela imprensa internacional: “Portugal, já não é um sonho: é real”

A vitória de Portugal mereceu destaque nos principais jornais do mundo. Os espanhóis da Marca referem em título da primeira página: “Portugal, já não é um sonho: é real”. Os italianos da Gazzetta dello Sport, destacam: “Portugal, o Europeu é teu. Éder abate a Fraça, 1-0 no prolongamento”. O Liberation francês destaca o sólido colectivo português, que perdeu muito cedo a sua principal estrela, e coloca como título: “França KO, Portugal consagrado”. Os argentinos do Olé chamam a atenção para a bola de ouro cada vez mais perto de Cristiano Ronaldo. O The New York Times, dos EUA, sublinha: “Portugal perdeu Ronaldo, mas derrota a França”.

Eis alguns títulos da imprensa internacional:

Marca, Espanha

Marca- Espanha “Portugal, já não é um sonho: é real”
“Éder! Éder! Foi ele o herói português. Com Cristiano lesionado a chorar na maca, o protagonista mais inesperado apareceu na segunda parte do prolongamento para negar a França a glória na sua própria casa.”

 

La Gazzetta dello Sport, Itália

Gazzetta de lo sport“Portugal, o Euro é teu”

“Bum, um canhão disparado de longe, para a glória. Que desilusão para França, já de olhos postos no título, depois do triunfo sobre a Alemanha. Mas não: 1-0 para os portugueses e felicitações para a melancolia do fado.”

 

LIberation françaLiberation, França

“França KO, Portugal consagrado”.

 

“O sólido colectivo português, rapidamente privado da sua estrela Ronaldo, resistiu ao assalto dos Bleus, depois de marcar no segundo período do prolongamento”.

O Globo

Globo Brasil“Resistência à invasão”

“Uma campanha com a cara do país, sofrida desde o início, mas com final feliz. Mesmo sem Ronaldo, fora de combate por lesão ainda no primeiro tempo, os lusos desdobraram-se na resistência à invasão francesa na final do Euro no Stade de France.”

Folha de São Paulo BrasilFolha de S. Paulo, Brasil

“Portugal derrota a França e conquista o título da Eurocopa”

“Mesmo sem Cristiano Ronaldo, portugueses conseguem seu primeiro grande troféu”

 

The New York Times, EUAthe New  york times

“Com determinação e um notável espírito apesar de ter perdido a sua maior estrela, Portugal venceu a França e ganhou o seu primeiro troféu internacional. Éder negou aos franceses um final de sonho para o evento que durou um mês. (…) O golo de Éder apareceu vindo do nada.”

Olé, Argentina

“Do choro à alegria”
“O futebol pode contar mil histórias em apenas um jogo. Comprovou-o Ronaldo numa noite francesa que jamais esquecerá. Do desconsolo passou ao descontrolo. Da pena por ter de deixar a sua equipa recompôs-se para animar os seus companheiros. Do choro à alegria. Com este Euro, o primeiro da sua selecção, Cristiano perfila-se como Bola de Ouro do ano. Foi o líder da sua equipa”.

Le soir bélgicaLe soir, Bélgica

“Portugal conquista o Euoropeu, apesar de todas as estatísticas estarem a seu desfavor”

 

 

Sport, Bild, Alemanhasport bild

 

“Duplas lágrimas. Foi a noite da guerra emocional de Ronaldo”

 

LEIA TAMBÉM

José Carlos Alexandrino garante que existem três médicos dispostos a vir trabalhar para Oliveira do Hospital desde que sejam contratados pela tutela

Deputado do PS Santinho Pacheco defende encaminhamento de doentes renais de Seia e Gouveia para Viseu

O deputado socialista Santinho Pacheco, eleito pelo circulo eleitoral da Guarda, anunciou hoje que questionou …

A partir de hoje a origem do leite é obrigatória nos rótulos

A origem do leite, queijo, requeijão, iogurte, manteiga ou nata vai ser obrigatória nos rótulos …

  • António Lopes

    Pois…mas, se fosse com aqueles de que Camões falava quando dizia: “Feliz a Pátria que tais filhos tem” não tinha-mos saído de Lisboa. Chegámos lá mas foi à custa dos “felizes filhos” que arranjaram filhos num fenómeno social chamado “miscigenação”