Abaixo-assinado reclama por substituição de médico que deixou de dar consultas

Cerca de uma centena de pessoas subscreveu um abaixo-assinado, onde a população de Vila Franca da Beira, reclama pela substituição do médico que deixou de prestar serviço no Posto Avançado de Acompanhamento a Idosos, em funcionamento desde 1988.

O documento, que tem como primeiro subscritor o presidente da Junta de Freguesia, João Dinis, já seguiu para a ministra da Saúde, presidente da Administração Regional de Saúde do Centro e presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital. Denuncia uma situação de discriminação que está a afectar os utentes, na sua grande maioria idosos, relativamente a outros que continuam a dispor de consulta, assegurada por um outro médico, que se mantém ao serviço.

Sublinhe-se que os utentes do médico que deixou de dar consultas – tal acontecia de 15 em 15 dias – têm agora que se deslocar a Ervedal da Beira. A decisão do abaixo-assinado surge – conforme comunicado enviado ao correiodabeiraserra.com – depois de o caso não ter obtido resolução por parte do Centro de Saúde de Oliveira do Hospital e de a direcção de Saúde de Coimbra ter assumido o compromisso de não alterar o funcionamento do Posto Avançado de Acompanhamento a Idosos”.

João Dinis fala agora do incumprimento do compromisso que já se arrasta há sete meses. A Junta de Freguesia aguarda, entretanto, pela realização de uma reunião com o presidente da ARS Centro para que a situação seja resolvida a “contento”. Mas, se assim não for, avisa que “não restará alternativa à população que não seja a do protesto público”.

LEIA TAMBÉM

“O presidente diz que Oliveira está na moda. Adarnela só se for na moda da idade da pedra. Não tem água, nem saneamento”

Quem chega a Adarnela, no concelho de Oliveira do Hospital encontra uma localidade dividida entre …

Cemitério de Nogueira do Cravo vai ser ampliado

A Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital aprovou na sexta-feira o alargamento do cemitério de …