Numa organização da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, realiza-se no próximo dia 23 de Janeiro, pelas 21h00, a acção de sensibilização intitulada “Comer Bem… Crescer Saudável”. A iniciativa terá lugar na Casa da Cultura César Oliveira e contará com a participação de uma educadora de infância, de uma técnica superior da Direcção Regional de Educação do Centro a desenvolver actividade na área do fornecimento de refeições escolares e da Delegada de Saúde Adjunta do Centro de Saúde de Oliveira do Hospital.

Acção de sensibilização em defesa de “Comer Bem…Crescer Saudável” na Casa da Cultura César Oliveira

A autarquia – segundo informação disponível no site do município – justifica a iniciativa com a necessidade de sensibilizar jovens, famílias, educadores, técnicos e pessoal auxiliar das Escolas e Instituições Particulares de Solidariedade Social para a necessidade de ter bons hábitos alimentares devido ao seu papel decisivo na saúde e qualidade de vida. Lembra que grande número de alunos do Pré-Escolar e 1.º CEB fazem algumas refeições nas escolas, o que se traduz num fornecimento diário de cerca de 1.110 refeições escolares. Razão pela qual, a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital “está empenhada em contribuir para criar bons hábitos alimentares entre a população escolar”.

“Comer bem é algo que devemos aprender a fazer desde cedo. A natureza da alimentação que se pratica na infância e adolescência, fases em que se processa o crescimento, assume grande importância para a saúde e o bem estar de crianças e adolescentes”, realça o município, imputando sobre as escolas e toda a comunidade educativa “cada vez mais responsabilidades nas questões da alimentação”, por entender que “constituem locais privilegiados para uma intervenção efectiva na promoção de hábitos alimentares saudáveis junto das crianças”

LEIA TAMBÉM

O verdadeiro papel do cuidador não é fácil. Autora: Ana Margarida Cavaleiro

A doença de Alzheimer é cada vez mais uma realidade na nossa sociedade. Esta condição, …

Feridos nos fogos que afectaram Oliveira do Hospital estão isentos de taxas moderadoras e têm medicamentos gratuitos

As vítimas dos incêndios de Junho e de Outubro do ano passado, que afectaram, entre …