ADI e autarquia apostam em mega produção de moda para dinamizar o comércio e valorizar a indústria de confeção (com vídeo)

Cerca de três centenas de jovens modelos dão vida, a partir do próximo sábado, à “Semana da Moda Verão Oliveira do Hospital 2013”. O Moda Bobadela dá o pontapé de saída para um conjunto de três desfiles para os quais estão mobilizadas 31 lojas e três indústrias com o claro propósito de dinamizar o comércio local e de transmitir que “Oliveira do Hospital está na moda”.

A promover pelo terceiro ano consecutivo o desfile que por esta altura dá vida ao anfiteatro Romano da Bobadela, a Agência para o Desenvolvimento Integrado (ADI) de Oliveira do Hospital e Tábua e a Câmara Municipal oliveirense surpreendem com uma produção de moda em dose tripla. Em causa está a “Semana da Moda Verão Oliveira do Hospital 2013”, cujos pormenores foram ao início da tarde apresentados em plena rua e junto daqueles que conferem a motivação maior à mega produção de moda: os estabelecimentos comerciais.

“Esta semana é um investimento que foi pensado, estruturado e centrado na promoção da qualidade e diversidade do comércio local de Oliveira do Hospital que assim merece”, explicou o presidente da ADI. O Moda Bobadela dá o pontapé de saída para a semana dedicada à moda, levando à passerelle cerca de 125 jovens modelos recrutados a nível concelhio, os atores nacionais Francisco Corte Real e Ana Ferreira, a manequim internacional Adriane Garcia e o ex jogador de Hóquei em Patins Filipe Gaidão, num desfile apresentado pelo conhecido jornalista Luís Maia.

Ao Moda Bobadela, a ADI e o município fazem associar mais dois desfiles, o segundo a acontecer no dia 10 de julho, no Jardim Municipal, pelas 21h30 e o terceiro a ter lugar nas Piscinas Municipais, no dia 12 à mesma hora.

Eventos que, José Francisco Rolo entende de “qualidade e virados para a atração de clientes pela inovação” e com o objetivo de “valorizar o comércio local, os estabelecimentos e os seus clientes” e de “assumir Oliveira do Hospital como um concelho onde a confeção e a moda são capitais”. “Em Oliveira do Hospital fazemos muitos dos melhores fatos do mundo”, lembra o responsável, certo de que o concelho é “inequivocamente uma terra onde a confeção e a moda têm uma expressão muito forte”, quer no que respeita à “criatividade”, quer à “qualidade dos pontos de venda” e também à “criação e manutenção de postos de trabalho”.

Inserida no conjunto de “estímulos” que a ADI tem vindo a trabalhar para ajudar o comércio local a ultrapassar o momento de crise e a “combater o negativismo”, a Semana da Moda tem produção a cargo de Gil e Aberto e só é possível graças ao positivo envolvimento das lojas (31), indústrias (3), designers de moda e joalharia(2) e dos jovens modelos (300).

“É um evento a baixo custo graças aos jovens que desfilam gratuitamente e às lojas que cedem as roupas e acessórios gratuitamente para podermos mostrar o que há de melhor no concelho”, referiu a vereadora da Cultura da Câmara Municipal oliveirense, destacando ainda a colaboração de cabeleireiros e maquilhadores e a forte presença da componente cultural em cada um dos desfiles. Destaque particular para o Moda Bobadela que este ano se associa à comemoração dos 500 anos de atribuição de foral àquela localidade.

Com a mega produção de moda que visa mostrar aos munícipes e demais visitantes que “Oliveira do Hospital tem bons produtos” e dizer que “é preciso comprar local”, Graça Silva não tem dúvida de que o concelho ganha pontos no que ao mundo da moda diz respeito. “Queremos transmitir que Oliveira do Hospital está certamente na moda”.

À frente da produção do triplo evento de moda, a dupla Gil e Alberto subscrevem aquele que é o propósito maior do mega evento, mas não deixam de apreciar o envolvimento em massa de lojistas e jovens modelos com idades a partir dos quatro anos. “É raro. Nenhuma grande cidade consegue mobilizar 300 participantes a custo zero”, verifica a equipa de produção certa de que o concelho vai sair a ganhar com a realização dos três desfiles que, não têm dúvidas, vão trazer muita gente a Oliveira do Hospital e assim dar o seu contributo ao comércio local.

LEIA TAMBÉM

Marcelo promulga comissão técnica para analisar fogos de Outubro que afectaram Oliveira do Hospital

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou hoje o diploma da Assembleia da …

O ódio à escola. Autor: Renato Nunes

7h00. O despertador toca e Mauro enrola-se nos cobertores, assim que consegue silenciar o maldito …