ADI esclareceu empresários sobre Eficiência Energética e Sistemas de Gestão

O auditório da Biblioteca Municipal João Brandão foi palco, no dia 24 de Março, de uma sessão de esclarecimento promovida pela Agência para o Desenvolvimento Integrado (ADI) de Tábua e Oliveira do Hospital, sobre a “Eficiência Energética e Sistemas de Gestão (Implementação e Informatização) – Desafios e Oportunidades”.

Com a parceria da ACIC e da Índice Consultores Lda, a acção consistiu na apresentação do Projecto “Energia em Rede” que, de acordo com nota de imprensa, consiste na implementação do Sistema de Gestão da Energia (NP EN ISO 16001) e melhoria dos métodos de trabalho no que diz respeito à eficiência e rentabilidade e à redução de custos, de forma financiada.

Trata-se de um projecto com a duração máxima de dois anos e que abrange as fases da Concepção, Software, Implementação, Formação e Certificação, destinando-se a empresas que cumpram os critérios de PME, possuam licenciamento para a actividade da empresa, situação económico-financeira equilibrada (autonomia financeira não inferior a 15 por cento) e possuam situação regularizada perante as Finanças e a Segurança Social.

A ADI faz um balanço “positivo” da sessão de esclarecimento e, destaca o facto de através da mesma concluir “mais uma iniciativa cujo objectivo é o de proporcionar aos empresários locais, informação, ideias e soluções para as suas actividades comerciais e/ou industriais”.

A agência desafia ainda os empresários dos concelho de Tábua e Oliveira do Hospital a apresentarem os seus problemas e a lançarem novos desafios para, em conjunto, se encontrarem soluções para fazer face à actual conjuntura económico-financeira com que se debatem as empresas da região.

LEIA TAMBÉM

Primeiro-ministro vê nas biorefinarias uma “oportunidade” para aproveitar a floresta e elogia trabalho desenvolvido na BLC3

O primeiro-ministro destacou ontem na inauguração do Campus de Tecnologia e Inovação BLC3, em Oliveira do …

António Costa remete construção do IC6 para “quando haja condições financeiras”

O primeiro-ministro não se compromete com uma data para a construção do IC6 entre Tábua …