Adiber aprovou apoio de 1,6 milhões de euros para a Beira Serra

… destinados a novos projetos de investimento a concretizar nos concelhos de Arganil, Góis, Oliveira do Hospital e Tábua.

Na tomada de decisão, o GAL priorizou “o apoio a novos projetos que irão promover a diversificação e a qualificação da atividade económica da região, dinamizados por pequenos empresários locais que num momento de crise acreditam no futuro destes concelhos e pretendem aproveitar os seus factores distintivos como forma de vencerem em mercados cada vez mais competitivos”.

“Este é o reconhecimento da capacidade empreendedora e do espírito inovador inato aos agentes económicos da Beira Serra, que estão disponíveis para ajudar o país a ultrapassar as dificuldades que atravessa, sendo de salientar que através dos investimentos propostos está associado um investimento total de 2,8 milhões de euros, estando prevista a criação de mais de 50 novos postos de trabalho e a manutenção de cerca de 40 empregos, promovendo-se deste modo a coesão social da Região, através da fixação de população jovem e qualificada, atenuando os efeitos do seu acentuado nível de desertificação humana”, explica a ADIBER em comunicado.

A estrutura dirigida por Miguel Ventura adianta também que, a outro nível, foram ainda disponibilizados significativos meios para novos investimentos promovidos pelas IPSS e outras associações locais.

Com esta decisão, informa a ADIBER, os objetivos definidos na Estratégia Local de Desenvolvimento ficam mais próximos de serem atingidos, já que fica comprometida cerca de 90 por cento da sua programação financeira global que ascende a mais de 6,2 milhões de euros, no que representa um significativo contributo para a afirmação da Beira Serra como um Território competitivo, inovador e com qualidade de vida.

O GAL ADIBER / Beira Serra congratula-se ainda com o facto dos Promotores estarem a corresponder de forma muito positiva aos desafios propostos, na medida em que o Programa apresenta actualmente uma taxa de execução de 47 por cento, o que significa que já chegaram à economia real cerca de 3 milhões de euros.

Para o sucesso do Subprograma 3 do Proder na Beira Serra, Adiber destaca a excelente articulação mantida entre todos os parceiros que constituem o GAL, nomeadamente entre a Entidade Gestora e os municípios de Arganil, Góis, Oliveira do Hospital e Tábua, que têm prestado um apoio permanente aos desenvolvimento dos projetos.

LEIA TAMBÉM

Ministro Pedro Marques garantiu em Nelas que a aposta em infra-estruturas de transporte passa pela ferrovia e IP3, ignorando IC6 e IC12

O ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, assegurou ontem em Canas de Senhorim, Nelas, …

José Carlos Alexandrino lança suspeitas sobre queijeiras de Seia nas descargas ilegais no rio Cobral

Como regresso da chuva, os habitantes que vivem próximo do rio Cobral temem que voltem …