As obras de requalificação urbanística que a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital (CMOH) desencadeou recentemente na rua prof. Antunes Varela, levaram a administração do Hotel S. Paulo a intervir no local, por sua própria iniciativa, em virtude de o acesso àquela unidade hoteleira se encontrar bastante dificultado.

Administração do Hotel S. Paulo coloca “tout-venant” na rua para minimizar transtornos das obras

Imagem vazia padrãoO consórcio responsável pela obra, que iniciou a empreitada dia 5 de Maio, tem aquela artéria da cidade quase intransitável e não foram estabelecidas as mínimas condições de circulação.

Em face dos constrangimentos que a situação está a gerar, a administração do hotel viu-se hoje forçada a colocar no local uma rectro-escavadora a espalhar “tout-venant” no piso para minimizar os incómodos causados aos clientes daquela instalação hoteleira.

“Quando há boa vontade e bom senso, tudo se faz e tudo se resolve”, referiu há instantes ao correiodabeiraserra.com o presidente do conselho de administração do Grupo “FTP Hotels”, Fernando Tavares Pereira, que salientou o facto de ter tomado esta iniciativa em virtude de o consórcio responsável pela obra não ter resolvido o problema, depois de ter sido contactado para o feito.

Tavares Pereira, sublinhou ainda que “todos compreendemos que as obras são necessárias”, mas voltou a invocar a necessidade de haver “boa vontade e bom senso” por forma a “minimizar os prejuízos para o comércio local” em intervenções deste género.

A imagem que ilustra esta notícia, mostra a rua com os buracos já tapados com "tout-venant".

LEIA TAMBÉM

Capoula Santos apresentou em Oliveira do Hospital novas medidas de apoio aos agricultores afectados pelos fogos

O Ministro da Agricultura apresentou, ontem, em Oliveira do Hospital, as novas medidas de apoio …

O “Ciclone de Fogo” varreu aquela noite que o foi de (quase) todos os medos… Autor: João Dinis, Jano

Naquela noite de (quase) todos os Fogos e de (quase) todos os medos, morreu Gente …