Polícia Judiciária deteve mulher que tentava introduzir haxixe na prisão de Coimbra

Agricultor com cadastro volta a atear fogo a floresta em Viseu

A Polícia Judiciária (PJ) deteve, esta semana, um agricultor em Cinfães, de 37 anos, por suspeita do crime de incêndio florestal ocorrido numa zona de pinheiro bravo e mato na localidade de Macieira.

O fogo terá sido provocado com recurso a chama directa, com uso de fósforos, consumindo cerca de três hectares de floresta, explicou a PJ em comunicado, frisando que o incêndio colocou em perigo uma vasta mancha florestal, bem como a própria localidade, que só não foi atingida devido à rápida intervenção dos meios de combate.

O detido, com antecedentes criminais pelo mesmo tipo de crime, vai ser presente a tribunal para a aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

LEIA TAMBÉM

João Dinis acusa CM de Oliveira do Hospital de “negligência continuada” em estrada municipal

O membro da Assembleia de Freguesia da União de Freguesias de Ervedal e Vila Franca …

Dois detidos em flagrante em Tábua por cultivo de cannabis

O Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial da Lousã deteve, ontem, dois homens com …