Polícia Judiciária deteve mulher que tentava introduzir haxixe na prisão de Coimbra

Agricultor com cadastro volta a atear fogo a floresta em Viseu

A Polícia Judiciária (PJ) deteve, esta semana, um agricultor em Cinfães, de 37 anos, por suspeita do crime de incêndio florestal ocorrido numa zona de pinheiro bravo e mato na localidade de Macieira.

O fogo terá sido provocado com recurso a chama directa, com uso de fósforos, consumindo cerca de três hectares de floresta, explicou a PJ em comunicado, frisando que o incêndio colocou em perigo uma vasta mancha florestal, bem como a própria localidade, que só não foi atingida devido à rápida intervenção dos meios de combate.

O detido, com antecedentes criminais pelo mesmo tipo de crime, vai ser presente a tribunal para a aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

LEIA TAMBÉM

Acidente no IP3 provoca duas mortes, dois feridos e corte da via nos dois sentidos

Um acidente entre dois veículos ligeiros, seguido do despiste de um pesado e de um …

Polícia Judiciária deteve mulher que tentava introduzir haxixe na prisão de Coimbra

PJ deteve traficantes em Coimbra

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem, electricista e com 29 anos, em Coimbra, por …