Agrupamento da Cordinha sensibiliza alunos para “Uma Escola Pela Não-violência”

“Uma Escola Pela Não-Violência” é mote da iniciativa que o Agrupamento da Cordinha vai realizar na próxima segunda-feira, em formato de workshops, dirigidos a todos os alunos do 2º e 3º ciclos.

Agendadas para o período da tarde, entre as 13h30 e as 16h45, as sessões visam sensibilizar os alunos para temáticas como a violência no namoro, na escola, na sociedade, na vida familiar, entre outras.

Na dinamização da actividade, a escola conta com a colaboração directa da Escola Segura da GNR, ADIBER, projecto AGIR e do Clube da Escola do Projecto para a Educação para a Saúde, aos quais caberá alertar para os perigos e consequências da violência.

Com esta iniciativa, o Agrupamento de Escolas da Cordinha pretende incutir “noções de respeito” e de “sã convivência” na comunidade educativa e, alertar para “um flagelo que afecta as sociedades modernas”.

“A perspectiva destas iniciativas é o antecipar, prevenir e aconselhar, antes do acontecer”, explica o Agrupamento, realçando que “a escola como local de preservação de valores éticos e sociais, pretende promover e incutir práticas de boa conduta e de cidadania”.

LEIA TAMBÉM

Jovens cientistas da EPTOLIVA de Tábua desenvolvem Compósito Antisséptico e conquistam segundo lugar na XI Mostra Nacional de Ciência

Jovens estudantes da Eptoliva, na Tábua, no distrito de Coimbra, desenvolveram uma solução desinfectante a …

A escola ou a escolinha (?). Autor: António Ferro.

Durante várias décadas, fui assistindo às mudanças (algumas drásticas e escusadas) no sistema de ensino …