Água, o nosso mais valioso recurso. Autor: João Costa Oliveira

Hoje em dia falar em água e poupança é para muitos uma mensagem já ouvida vezes sem conta. Mas se considerarmos bem este recurso podemos perceber o porquê de tanta insistência e reforço nesta mensagem.

A água acompanha-nos em todo o lado. Nas nossas casas é um bem essencial. Usamo-la para beber, para lavar roupa, chão, louça, e para banhos e ainda para cozinhar. E também na indústria, em fábricas, na agricultura e pecuária, e ainda na produção de energia. A verdade é que a água está representada em todos os sectores e é um recurso imprescindível à vida e insubstituível na manutenção dos nossos estilos de vida! Poucos recursos assumem um papel tão central e essencial como este!

Assim, interessa procurar, hoje e sempre, a melhor forma de gerir e poupar este recurso, que apesar de renovável, tem um valor especial e merece o nosso cuidado e respeito.

Na nossa utilização doméstica da água, existem diversos comportamentos que podemos adotar por forma a reduzir os nossos consumos e a evitar o desperdício. Devemos, por exemplo, procurar usar as nossas máquinas de lavar roupa e louça em cargas completas. Devemos, ainda, ter especial atenção à manutenção de equipamentos em tubagens e canalizações, por forma a evitar fugas e desperdícios de água! Sabia que uma torneira a pingar pode desperdiçar de 30 até 50 litros de água por dia? Ao fim de apenas um mês pode representar 1500 litros de água! Outra forma de poupar água em casa é ter atenção ao caudal das nossas torneiras e chuveiros. Podemos encontrar modelos e acessórios (que podemos aplicar às torneiras que já temos em casa) que reduzem o caudal, e portanto os gastos, de água nestes equipamentos!

Importa ainda falar da água que usamos para consumo! Apesar de em Portugal a água das redes públicas ser segura e de qualidade muitas famílias optam pelo consumo de água engarrafada. Em média, uma família de quatro pessoas que opte por consumir água da torneira em casa acaba por gastar 2,5€ por ano. No entanto, se a mesma família optar pelo consumo de água engarrafada, acabará por gastar, ao ano, perto de 600€. A diferença é significativa e não só no dinheiro que pode poupar! Considere ainda as embalagens e o transporte associado a estes consumos e rapidamente se percebe a vantagem da água canalizada!

No fundo, existem muitos hábitos e comportamentos que podemos melhorar para encontrar uma melhor forma de gerir a nossa água. Mas o mais importante é sermos capazes de a valorizar e proteger sempre que possível! Assim, esteja atento e seja também um agente de mudança!

 

Autor: João Costa Oliveira

DECO Coimbra

LEIA TAMBÉM

Incêndios causaram mais de 10 milhões de euros de prejuízos em Seia

Os prejuízos financeiros causados pelos incêndios dos dias 15, 16 e 17 de Outubro no …

idosos

Idoso desaparecido em Trancoso

Os Bombeiros e a GNR estão a procurar um homem de 90 anos que foi …