GNR de Coimbra aposta no combate à sinistralidade com tolerância zero na velocidade

Álcool e excesso de velocidade roubaram pontos a várias centenas de condutores em quatro dias

A GNR deteve 274 pessoas entre sexta-feira e segunda-feira, a maior parte por conduzirem alcoolizados, e detectou mais de quatro mil infracções de trânsito, especialmente excessos de velocidade. Infracções que deixaram muitos condutores com menos pontos na carta de condução.

De acordo com um comunicado hoje divulgado, o balanço diz respeito ao período entre 10 e 13 de Junho e, dos 274 detidos, especifica que 177 foram-no por condução sob efeito de álcool, 30 por condução sem carta, 13 por furtos, 12 por posse de arma proibida e seis por tráfico de droga.

Quanto às 4.093 infracções, a maior parte, 963, foi casos de excessos de velocidade, seguindo-se 485 situações de condução com taxa de álcool no sangue superior à permitida na lei.

Foram ainda registados 248 casos de falta de inspecção do veículo, 181 casos de falta ou incorrecto uso do cinto de segurança (e sistema de retenção de crianças), e 126 casos de uso de telemóvel no exercício da condução.

LEIA TAMBÉM

Presidente da República a caminho de Oliveira do Hospital e António Costa reunido com presidentes de Câmara naquela cidade

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, está a caminho de Oliveira do Hospital …

PSA Mangualde interrompe produção devido aos incêndios

A fábrica da Citroën, do grupo PSA, em Mangualde, interrompeu a produção devido aos incêndios …