Polícia Judiciária deteve mulher que tentava introduzir haxixe na prisão de Coimbra

Alegado vidente detido na Guarda por burla qualificada

A Polícia Judiciária (PJ), através do Departamento de Investigação Criminal da Guarda, deteve um homem como presumível autor de um crime de burla qualificada, ocorrida entre Junho de 2016 e Fevereiro de 2017. O detido, de 29 anos, apresentava-se como sendo um vidente e detentor de especiais “poderes curativos para a resolução de conflitos familiares”, fazendo ameaças para que os clientes lhe entregassem dinheiro.

Na sequência de consultas, “por meio de ameaças e de engano que astuciosamente provocou”, fazia com que as vítimas lhe fizessem entregas de dinheiro. Uma das vítimas ter-lhe-á entregado cerca de 35 mil euros.

O detido, astrólogo de profissão, vai ser presente às autoridades judiciais competentes para interrogatório e aplicação das medidas de coação.

LEIA TAMBÉM

João Dinis acusa CM de Oliveira do Hospital de “negligência continuada” em estrada municipal

O membro da Assembleia de Freguesia da União de Freguesias de Ervedal e Vila Franca …

Dois detidos em flagrante em Tábua por cultivo de cannabis

O Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial da Lousã deteve, ontem, dois homens com …