Alexandrino garante utilizar “todos os meios legais” para derrubar a lei da extinção de freguesias

 

… e assegurou não baixar os braços num processo que considera injusto.

Desde a primeira hora contra o processo de extinção de freguesias, José Carlos Alexandrino não está disposto em deitar a toalha ao chão e aceitar a medida imposta pelo governo PSD – CDS/PP.

Volvidas poucas horas desde a aprovação na generalidade do projeto lei que determina a aplicação da lei da Reorganização Administrativa do território das freguesias, o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital mantém a sua oposição à extinção de qualquer freguesia do concelho e garante acionar todos os meios para inviabilizar a aplicação daquela lei.

“Utilizaremos todos os meios legais para derrubar esta lei”, assegura José Carlos Alexandrino avisando os defensores da extinção de freguesias de que “a luta não acaba aqui”.

“Os que traíram o seu povo têm que ser castigados”, continua o presidente oliveirense que nos últimos meses tem saído em defesa das 21 freguesias que constituem o concelho.

“Uma por todas, todas por uma”, chegou a referir o autarca, aquando da sua participação na marcha lenta que, no passado dia 24 de novembro, passou em jeito de protesto pelas cinco freguesias propostas para agregação: Vila Franca da Beira, Lajeosa, S. Paio de Gramaços, S Sebastião da Feira e Vila Pouca da Beira.

LEIA TAMBÉM

Cemitério de Nogueira do Cravo vai ser ampliado

A Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital aprovou na sexta-feira o alargamento do cemitério de …

LMAN promove “peregrinação” ao Santuário de Nossa senhora das Preces em Vale de Maceira

A Liga de Melhoramentos Desporto e Cultura de Aldeia de Nogueira (LMAN) vai realizar no …