Alexandrino quer recriar o 7 de Outubro no município de Oliveira do Hospital

Presente na sessão de apresentação do Ciclo de conferências de História Contemporânea “Inquietudes!…sem memória não há futuro” que está a ser promovido pela Escola Secundária de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino revelou a intenção da autarquia de recriar o 7 de Outubro no município de Oliveira do Hospital, no âmbito das comemorações do centenário da República.

“Queremos envolver as escolas numa teatralização daquilo que aconteceu no município há 100 anos”, explicou o autarca, recordando que foi naquela data – dois dias depois do 5 de Outubro – que os oliveirenses tomaram conhecimento da implantação da República em Portugal.

Na qualidade de parceiro da Escola Secundária na organização do Ciclo de Conferências que arranca no dia 9 de Fevereiro, o edil destacou a importância da iniciativa da escola e deu conta da disponibilidade da autarquia para apoiar este tipo de iniciativas.

“As iniciativas culturais são fundamentais”, continuou José Carlos Alexandrino, reconhecendo que “se gasta muito dinheiro noutras áreas e se esquece a cultura”. “Obrigada pela vossa iniciativa, porque às vezes pensa-se que as iniciativas culturais têm que vir só do município”, rematou.

Ciclo de Conferências traz Mário Soares a Oliveira do Hospital

 Responsável pela vinda de Mário Soares – participa na segunda sessão marcada para 23 de Março – a Oliveira do Hospital, o Ciclo de Conferências “Inquietudes!…sem memória não há futuro” foi apresentado, sexta-feira, pela própria direcção da Secundária como mais um instrumento para promover a articulação da escola com o meio.

“A nossa intenção é ter uma escola viva, que interaja com todos os sectores da sociedade”, afirmou o director Albano Dinis, destacando a importância das parcerias com a Câmara Municipal e a Caixa de Crédito Agrícola na organização do Ciclo de Conferências.

Também a subdirectora da Secundária, Cristina Borges, considerou que “estas parcerias são um exemplo que devia ser seguido”. Sobre o Ciclo de Conferências, a responsável destacou que a iniciativa se enquadra num programa comemorativo do centenário da República idealizado pela escola e que adjectivou de “alargado, ambicioso e exequível”.

Para além das conferências, Cristina Borges realçou outras iniciativas que vão ser postas em marcha como exposições, edição de textos, debates e peças de teatro, e até a criação do blog passecidadao.blogspot.com.

Idealizado pelo grupo disciplinar de História, o Ciclo de Conferências visa dotar os “alunos pré-universitários de ferramentas” e ao mesmo tempo proporcionar à comunidade a participação em eventos desta natureza. Este é pelo menos o objectivo do professor de História Paulo Albernaz para quem as “expectativas são naturalmente altas”.

“É importante que as pessoas se inquietem”, observou o principal rosto do projecto, destacando também a importância de os jovens alunos poderem perceber que os conferencistas convidados “são pessoas reais”.

Sobre o mote que serve de base ao ciclo de conferências, Albernaz posicionou-se contra o saudosismo e destacou a necessidade de “se ver o passado e se trazerem as memórias para o futuro”.

A iniciativa mereceu ainda os elogios do vice-presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital que, também, destacou o facto de o próximo número da revista Ipsis Verbis ser dedicada ao centenário da República.

Assumidamente republicano, José Francisco Rolo sublinhou ainda que o município quis ser parceiro da iniciativa porque “entende que deve estar aberto à comunidade”. “Tem o dever de ser parceiro nas iniciativas de mérito, que nos obrigam a reflectir sobre o passado”, observou.

Ainda do lado das parcerias, o director da Caixa de Crédito Agrícola de Oliveira do Hospital deu conta da disponibilidade daquela instituição bancária para apoiar projectos em que “o futuro seja moldado para todos os jovens”. “Que isto sirva para atrair perspectivas de futuro e não nos esqueçamos do nosso passado”, referiu Carlos Mandes.

Com participação marcada para 23 de Março, Mário Soares é cabeça de cartaz do Ciclo de Conferências estruturado em três sessões. Margarida Rosa Antunes é a conferencista que inicia os trabalhos, numa sessão marcada para as 15h00 de 9 de Fevereiro e, que terá lugar no auditório da Caixa de Crédito Agrícola.

Mário Soares é o convidado para a segunda sessão, com realização prevista para 23 de Março, pelas 15h00, na Casa da Cultura César Oliveira.

Iva Delgado encerra o Ciclo, numa conferência marcada para as 15h00 de 13 de Abril, no auditório da Caixa de Crédito.

LEIA TAMBÉM

Marcelo Rebelo de Sousa visita Zona Industrial de Oliveira do Hospital devastada pelos incêndios

O Presidente da República já está em Oliveira do Hospital e visitou a zona industrial que …

Presidente da República a caminho de Oliveira do Hospital e António Costa reunido com presidentes de Câmara naquela cidade

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, está a caminho de Oliveira do Hospital …