Álvaro Amaro quer Hospital Sousa Martins da Guarda como unidade universitária

Álvaro Amaro quer Hospital Sousa Martins, da Guarda, como unidade universitária

O presidente da Câmara Municipal da Guarda reafirmou a importância do hospital daquela cidade ser classificado com o estatuto de hospital universitário, tendo em conta a existência da Faculdade de Medicina da Covilhã. “Volto a repetir e a fazer o pedido para que ao hospital da Guarda [Hospital Sousa Martins] possa ser conferido esse estatuto como a lei prescreve”, afirmou hoje Álvaro Amaro.

O autarca, que falava na sessão de abertura do 1.º Congresso Médico da Beira Interior, que decorre, na Guarda, até sábado, com a temática geral “A urgência”, lembrou as palavras que tinha dito sobre o assunto, no dia 23 de Junho, na cerimónia inaugural do novo bloco do Hospital Sousa Martins, na Guarda, que foi presidida pelo ministro da Saúde Paulo Macedo. “É de absoluta relevância que o Ministério da Saúde e o Ministério da Educação e Ciência possam conferir ao hospital da Guarda o estatuto de hospital com ensino universitário”, lembrou adiantando a importância destas estruturas para o interior do país. “A saúde e a educação têm um contributo decisivo para o desenvolvimento económico do país”, frisou, sublinhando a vantagem de existir uma ligação entre as Unidades Locais de Saúde da Guarda e de Castelo Branco e o Centro Hospitalar Cova da Beira (Covilhã).

O 1.º Congresso Médico da Beira Interior, decorre no Teatro Municipal da Guarda, é promovido pelas comissões de internos das unidades de saúde da Guarda, Covilhã e Castelo Branco e participam nos trabalhos mais de 500 profissionais de todo o país, que discutem a urgência nas várias especialidades, como pediatria, medicina interna, medicina geral e familiar, neurologia, psiquiatria, cardiologia, ortopedia, gastrenterologia, cirurgia e pneumologia. A iniciativa pretende promover a troca de experiências entre os profissionais de saúde das três unidades da região e os colegas de locais como Coimbra, Porto e Lisboa.

 

LEIA TAMBÉM

Atropelamento mortal em Candosa, concelho de Tábua

Mulher morreu hoje em Oliveira do Hospital vítima de atropelamento na EN17 junto ao Lidl

Uma mulher, com 60 anos, morreu ao final da manhã de hoje na sequência de …

João Paulo Albuquerque acusa PS por não concluir IC6, pelo menos, até 2030

João Paulo Albuquerque considera que o IC6 não é uma prioridade, mas sim uma necessidade …