Amianto nas escolas de Oliveira do Hospital será retirado durante as férias lectivas de Verão

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital garante que a remoção do amianto das escolas de Oliveira do Hospital vão ter lugar durante as próximas férias lectivas. O autarca sublinhou mesmo que na próxima reunião de Câmara será aberto o procedimento concursal para as obras em toda a escola secundária, ao mesmo tempo que referia que a autarquia oliveirense “nunca teve um representante num cargo” como o que ele ocupa na CIM – Região de Coimbra.

Esta foi a resposta a uma interpelação do eleito pelo CDS/PP, Luís Lagos, que se mostrou preocupado com a ausência e o silêncio que impera à volta destas obras que, no seu entender, são uma questão de saúde pública. O assunto terá sido mesmo discutido entre José Carlos Alexandrino num encontro com o ministro da Educação em Cantanhede.

“Na quarta-feira estive com o senhor primeiro-ministro, onde fui representar a CIM ao lado do senhor primeiro-ministro em Cantanhede, onde estava também o senhor ministro da Educação”, explicou, frisando que as obras estão atrasadas devido ao facto de os edifícios escolares visados estarem omissos na matriz. “E o Ministério da Educação tem demorado a dar-nos o número. Mas como sabemos que esta obra tem de ser executada nas férias vamos avançar”, explicou, dando a entender que esse terá sido o resultado da negociação. “É que já tivemos mais de dez reuniões e não nos foi facultado o número da matriz. Isto tem andado de forma mais lenta que aquilo que eu pretendia, mas a obra tem de ser feita no espaço das férias lectivas e, por isso, vamos avançar”, rematou.

LEIA TAMBÉM

Capoula Santos apresentou em Oliveira do Hospital novas medidas de apoio aos agricultores afectados pelos fogos

O Ministro da Agricultura apresentou, ontem, em Oliveira do Hospital, as novas medidas de apoio …

O “Ciclone de Fogo” varreu aquela noite que o foi de (quase) todos os medos… Autor: João Dinis, Jano

Naquela noite de (quase) todos os Fogos e de (quase) todos os medos, morreu Gente …

  • António Lopes

    Senhor Presidente José Carlos Alexandrino Mendes: Confrangem os seus compelxos de narcisismo/ complexo de inferioridade.O Senhor foi eleito.Os ministros foram nomeados. Acresce que, o 1º ministro do anterior governo PS, está indigitado de suspeitas muito graves.Alguns ministros desse governo estão condenados a prisão efectiva.Não é que o Senhor mereça muito.Mas, sempre o aconselho. Se fora eu, no seu lugar e cautelarmente, não tirava tanta selfie. nem propalava tanto certos acontecimentos e companhias… Cautelarmente disse eu.Sendo certo que, é minha convicção, e eu esforcei-me, acho que lhe vai sobrar alguma coisa…Vamos esperar. Ainda acredito que aquelas lonas, aqueles geradores, aqueles rios,aquela SRE,aqueles subsídios à BLC, certos licenciamentos, não vão morrer de culpa solteira..Esperar para ver. Como sempre, o conselho é de borla..!
    Quanto às obras, “eleições à porta , seja Deus louvado” Não sei se se deu conta, mas já aí está, com essas responsabilidades, há 8 anos.Com a agravante de ser um ex -director de agrupamento.Tanta confiança e tanta propaganda… não jogam..!

  • oculum

    oculum

    Focalizem.

    E há mais amianto para retirar para além do amianto da Escola Secundária.

    Focalizem.

    Saibam que o Centro de Saúde tem a cobertura exterior (telhado) em amianto e que, aí sim, há funcionárias que tiveram ( e ainda têm) cancro ! Bem, a cobertura da parte onde agora está o SAP (urgências), essa parte já está feita, e de raíz, com outro material (que não o amianto. Ainda bem.

    Focalizem.

    Então que andam a fazer os principais responsáveis pela ARS Centro e pelo Centro de Saúde de Oliveira do Hospital para que seja, urgentemente, substituído o telhado, em amianto, do Centro de Saúde em Oliveira do Hospital ??

    Já agora, Sr. Presidente do Município, envolva-se também nessa iniciativa.

    • Mancamulas

      Já agora ” focalizem ” o telhado da ESTGOH. Já agora ” tentem focalizar ” debaixo da terra os tubos da agua da rede na nossa cidade, que também ainda há muitos de amianto! E esta hem!