Ana Abrunhosa e Alexandrino

Ana Abrunhosa, presidente da CCDR Centro, acusada de difamação

Ana Abrunhosa, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Centro, foi constituída arguida pelo Ministério Público por suspeitas dos crimes de difamação agravada e denúncia caluniosa contra o antecessor e ex-deputado social-democrata Pedro Saraiva, avança o jornal digital Observador.

Em causa, estão as cartas anónimas alegadamente enviadas por Ana Abrunhosa, com ajuda do ex-marido Luís Filipe Borrego, a vários titulares de altos cargos de responsabilidade, entre os quais o então primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, o ministro das Finanças, Vítor Gaspar, o procurador-geral da República e o director da Polícia Judiciária, onde lançava intencionalmente acusações falsas sobre Pedro Saraiva. O objectivo? Afastar do cargo o presidente da CCDR do Centro e avançar para um “lugar que há muito ambicionava”.

A acusação, a que o Observador teve acesso, consta num despacho do Ministério Público, através do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Coimbra. De acordo com a investigação, Ana Abrunhosa e Luís Filipe Borrego terão enviado cartas anónimas a partir de contas de correio electrónico falsas e criadas para o efeito onde imputavam a Pedro Saraiva “factos graves que bem sabia não serem verdadeiros” com objectivo de “ofender a honra e a consideração pessoal e profissional” do social-democrata.

Na missiva, os dois denunciavam, entre outras coisas, “o facto de (…)Pedro Saraiva ser dono de empresas de consultoria e de outras empresas e, simultaneamente, gestor do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN)”. Algo que nunca veio a ser confirmado, apesar das investigações que foram feitas nesse sentido. Ler notícia completa: http://observador.pt/2016/10/03/presidente-da-ccdr-centro-constituida-arguida-por-difamacao/

LEIA TAMBÉM

Incêndios destruíram mais 500 hectares em Seia

Incêndio de Tábua reacendeu-se e mobiliza centenas de bombeiros

O incêndio que ontem deflagrou em Tábua, está novamente activo. O reacendimento aconteceu ao início da tarde …

GNR realizou ontem 40 detenções em flagrante delito, sete das quais por roubo

PJ deteve em Seia um homem por tentativa de homicídio

O Departamento de Investigação Criminal da Guarda da Polícia Judiciária (PJ), com a colaboração da …

  • Bruxo

    Ao tempo que o bruxo sabe disso, e mete Oliveira e Oliveirenses.

    • Descontas

      Agora, sabes tudo.
      Provavelmente, até a direcção escrita nas cartas.
      Especialidades….

      • Bruxo

        A direcção? é sempre para cima.

        • Descontas

          É a que te indica a vassoura?