Ana Abrunhosa recebeu medalha de Ouro do município oliveirense e diz que o galardão tem de ser partilhado por toda a sua equipa

A presidente da CCDR centro, Ana Abrunhosa, recebeu, hoje, na cerimónia solene do feriado municipal oliveirense a medalha de Ouro do concelho de Oliveira do Hospital das mãos do presidente da autarquia José Carlos Alexandrino. A condecorada, que não se conteve em elogios ao autarca, mas não teve uma única palavra sobre a polémica reconstrução dos edifícios ardidos, começou por explicar que não era a merecedora daquela distinção, mas sim toda a sua equipa. Disse mesmo que vai colocar o galardão na sala de trabalho da sua equipa para que esta se recorde que o município de Oliveira do Hospital e os outros exigem e reclamam, mas sabem ser generosos.

“Queria, de resto, partilhar esta medalha também com a equipa deste município que foi dos mais devastados e montou um verdadeiro exército no apoio às empresas e às famílias”, disse quando lhe foi dada a palavra, sublinhando que a autarquia “também tem um líder único”.  “ A região deve muito ao município de Oliveira do Hospital. Foi graças ao seu presidente que os apoios à agricultura foram melhorados”, disse, estendendo o cumprimento ao ex-líder do CDS Luís Lagos que, “como representante da Associação de Vítimas, contribuiu para que os apoios aos empresários fossem melhorados”.

Considerando que a generosidade de José Carlos Alexandrino não tem limites, deixou a garantia que vai responder a essa generosidade com mais trabalho. “Só posso garantir que tudo farei para que o apoio não falte. Tudo farei para continuar a merecer esta distinção”, rematou Ana Abrunhosa que recebeu um prémio cuja atribuição foi contestada por todas as forças políticas oliveirenses, com excepção da maioria constituída pelo Partido Socialista.

Bem mais consensual foi a atribuição da Medalha de Mérito Municipal, a título póstumo, a Maria do Carmo Vasconcelos ou ao empresário Fernando Brito, que aos 74 anos recuperou a sua empresa das cinzas deixadas pelo grande incêndio de 15 de Outubro. “Um muito obrigado. Não sei se mereceria ou não”, acabaria por dizer. Como foi também quase unânime a distinção ao eleito António Raúl Dinis Costa que disse receber a distinção em “nome de muitas pessoas anónimas” e pediu “aos jovens para que participem e façam da sua terra um lugar onde se viva melhor”.

O Voto de Louvor a José Luís Pereira, como agradecimento público pela sua ajuda aos lesados pelos incêndios e colaboração no banco de recursos sociais também foi aprovado por unanimidade. A cerimónia serviu ainda para distinguir os melhores aos alunos do ensino secundário, profissional e superior do concelho de Oliveira do Hospital.

 

 

LEIA TAMBÉM

PSD de Oliveira do Hospital considera que atribuir a Medalha de Ouro a Ana Abrunhosa “é condecorar a incompetência”

O PSD oliveirense não entende as razões que levam a Câmara Municipal de Oliveira do …

Ana Abrunhosa e Alexandrino

Comunistas oliveirenses contra entrega “Medalha de Ouro de Oliveira do Hospital” a Ana Abrunhosa

O PCP de Oliveira do Hospital classifica como uma “afronta aos oliveirenses, ao município e …