André David e a saída do FCOH: “Foi uma decisão que me custou muito”

“Foi uma decisão que me custou muito. Mas na vida temos de fazer alguns sacrifícios para atingirmos os nossos objectivos. Não queria que tivesse sido desta forma tão repentina”. Foi assim que o ex-treinador do FC Oliveira do Hospital, André David, definiu a sua transferência da colectividade oliveirense para o GD de Bragança. “Para deixar Oliveira tinha de ser por um clube com outras capacidades financeiras e acabou por surgir este projecto. É um emblema que tem um orçamento três vezes superior ao FCOH e que aposta claramente na subida à II Liga. São coisas que pesam, porque o meu objectivo é chegar aos campeonatos profissionais”, disse o técnico, de 29 anos, ao CBS.

O jovem treinador garante para a sua decisão também pesou o facto de muitos elementos da actual direcção, como o presidente Paulo Figueira, saírem no final da temporada. “As pessoas que nos acarinharam estão a pensar abandonar o clube. Realizaram um trabalho notável. Há vários anos tomaram a opção correcta de reestruturar o clube para depois crescer, com um orçamento dentro das suas capacidades, cumprindo todas as suas obrigações. Mas agora estão desgastados e não vão continuar e essa situação também pesou na decisão de abraçar este novo projecto”, conta.

André David está agora apostado em levar logo que possível para a sua equipa técnica o seu antigo adjunto Ivo Carvalho (agora interinamente treinador do FCOH). “Só se eu não puder é que não vem. É o meu braço direito. Fazemos uma equipa e sem ele os resultados não serão certamente os mesmos”, remata, enfatizando que ficou triste por deixar Oliveira. “Porque ficaram para trás pessoas que me trataram bem, que me acolheram e que me permitiram condições para crescer como homem e treinador. Ficou para trás carinho e amizade. Este aspecto tornou tudo mais difícil”, concluiu, desejando que o clube oliveirense continue a crescer e mantendo o rumo que teve nos últimos anos.

Foto: Facebook pessoal de André David

LEIA TAMBÉM

Tomada de posse dos órgãos autárquicos marcada pela tragédia dos incêndios e presidente reeleito aposta em “fazer renascer Oliveira do Hospital”

Não foi uma tomada de posse normal dos novos responsáveis pelo munícipio. Os discursos inflamados …

António Lopes apresenta denúncia no MP contra as autoridades do concelho oliveirense por entender que pode existir “crime de homicídio por negligência” na tragédia dos incêndios

O eleito à Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital, António Lopes, apresentou ontem uma denúncia …

  • desalinhado

    Enfim, foste ganhar mais umas massas………. I loves this game. O Bragança vai chegar à ll liga como o oliveira chega a campeão da l liga.