Angola anuncia fim da parceria estratégica com Portugal

O presidente angolano, José Eduardo dos Santos, anunciou hoje em Luanda o fim da parceria estratégica com Portugal, durante o discurso sobre o estado da Nação, na Assembleia Nacional de Angola.

“Só com Portugal, as coisas não estão bem. Têm surgido incompreensões ao nível da cúpula e o clima político atual, reinante nessa relação, não aconselha à construção da parceria estratégica antes anunciada”, disse José Eduardo dos Santos.

Os interesses angolanos e portugueses estão em causa e a forma de fazer política deve ser repensada, consideram alguns observadores económicos e políticos. Isto acontece no seguimento da entrevista de Rui Machete, ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal, à Rádio Nacional de Angola.

São centenas as empresas portuguesas que têm negócios com Angola e estima-se que haja pelo menos 150 mil portugueses a trabalhar naquele país, sobretudo em Luanda. A parceria estratégica existente até agora entre os dois Estados tinha como potencial objetivo favorecer as relações económicas e políticas entre as nações.

A economia angolana deverá crescer 7,2% este ano segundo o Banco Mundial e tem funcionado como uma espécie de ‘balão de oxigénio’ para muitas empresas lusitanas que se defrontam com a crise que assola Portugal e a Europa.

O presidente angolano, durante o seu discurso, falou ainda das relações bilateriais com outros países do mundo que “vão bem” e d

Portugal e Angola previam realizar, em Luanda, a primeira cimeira bilateral em fevereiro do próximo ano. Aliás, o encontro deste tinha sido anunciado em fevereiro passado pelo então ministro dos Negócios Estrangeiros português, Paulo Portas. Esta cimeira corre agora o risco de ser cancelada.

expresso.pt

LEIA TAMBÉM

Um morto e dois feridos em acidente em Viseu

Uma colisão entre dois veículos ligeiros hoje de manhã, em Sátão, distrito de Viseu, provocou …

ANCOSE ajuda a salvar queijo Serra da Estrela com reforço dos rebanhos

A Associação Nacional de Criadores de Ovinos Serra da Estrela (ANCOSE) reforçou os rebanhos dos …