António Lopes

António Lopes acusa autarquia de continuar a gastar em “festas e futebol”, esquecendo a saúde

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital garantiu na última Assembleia Municipal que a Unidade Móvel de Saúde, que neste momento se encontra parada, vai começar a funcionar logo que esteja ultrapassado o impasse na contratação de enfermeiros. O autarca explicou ainda que numa primeira fase esta unidade vai actuar em três freguesias piloto, S.Gião e Lourosa, seguindo-se a Aldeia das Dez. José Carlos Alexandrino sublinhou igualmente que tem desenvolvido todos os esforços para salvaguardar a saúde no concelho. O discurso do autarca recebeu vários elogios da bancada do PS, mas não colheu junto do eleito António Lopes que acusou a autarquia de continuar mais preocupada em gastar dinheiro “em festas e futebol” do que em saúde, uma rubrica onde ainda não aplicou um cêntimo da verba orçamentada para este ano.

Ponto I-page-009“Fiquei empolgado com o discurso do Sr. Carlos Artur e quase me vieram lágrimas aos olhos com o discurso do Sr. Presidente. Mas a verdade é que vejo aqui que o dinheiro continua a ser gasto no futebol e festas e nada em termos de saúde. Nem um euro”, acusou António Lopes exibindo um documento da autarquia sobre a execução orçamental nestes primeiros dias do ano, o qual demonstra que o investimento em Cultura, Desporto, Juventude e Tempos Livres, já vai em 142.652,82 euros (cerca de 30 por cento do total gasto em todas as rubricas), mas não desembolsou qualquer verba , dos 210 mil euros previstos para este ano, em termos de saúde.

O mesmo documento, de resto, mostra que outra das áreas sociais, a Família, Solidariedade e Acção Social, também tem recebido pouco investimento por parte da autarquia. Esta área encontra-se dotada de 784,5 mil euros, mas até ao momento só foram aplicados cerca de 3, 5 mil euros. “Mude de táctica Sr. Presidente”, aconselhou ironicamente António Lopes, recordando que quem primeiro começou a atacar a saúde foi um ministro socialista, Correia de Campos, numa resposta às fortes criticas de José Carlos Alexandrino ao Ministério da Saúde.

Antes, José Carlos Alexandrino tinha explicado que a Unidade Móvel de Saúde, “onde a autarquia investiu muito dinheiro”, tem de ser colocada em funcionamento. O autarca frisou ainda que a Administração Regional de Saúde cedeu finalmente dois enfermeiros para alavancar o projecto. O autarca referiu ainda que continua empenhado em resolver o problema da falta de médicos e que apresentou uma alternativa aos responsáveis governamentais que solucionava o problema. A ideia, explicou, recebeu um parecer positivo por parte da tutela, mas nunca foi colocada em prática. “E isso já foi há muito tempo”, concluiu.

 

LEIA TAMBÉM

“CORO” DA HEGEMONIA PS NA CÂMARA E NA ASSEMBLEIA MUNICIPAL ACTUOU DURANTE A EDIÇÃO 2018 DA EXPOH – OLIVEIRA DO HOSPITAL. Autor: João Dinis

Escrevo este “opinião” a 30 de Julho de 2018. Ontem à noite, fui a Oliveira …

Oliveira do Hospital fora dos estágios do PEPAL para as regiões afectadas pelos incêndios

O Governo anunciou ontem a abertura, na próxima segunda-feira, das candidaturas para estágios na administração …

  • JPCRUZ

    caríssimo amigo você ão vê que isto são contas a mais para esses senhores.
    O municipio de Oliveira do Hospital resume-se as festas sem foguetes e futebol . O que é bom como o investimento público ja se passaram 1 ano e meio e nada.

  • António Lopes

    Este mapa diz mais que todas as palavras..! É bem esclarecedor das opções desta Câmara.O resto, como diz o Senhor Presidente, são: “FAIT DIVERS”…Contra factos não há argumentos…

  • luis

    Parece que agora vem lá um monumento à queijeira. Houve já quem me perguntasse se o presidente já foi pastor…. Ahahahah!!!

  • Ricardo Antunes

    Triste sina a de Oliveira do Hospital. De facto, há uma grande contradição entre o discurso e a prática. Pelo que se pode ver da notícia e, particularmente, do quadro, a autarquia não parece muito disposta em apostar na saúde. Gostaria que o executivo a explicasse estes números. Algo não bate certo. Lamento é que o Sr Lopes, o principal responsável por colocar estes senhores no poder, não tenha acordado mais cedo. Também não entendo como conseguiu acompanhar estes rapazes durante tanto tempo. Devia explicar isso, sr. Lopes.

    • António Lopes

      Explico: O mal foi ter permitido a entrada do Dr.Paulo Rocha.A partir daí, com a maioria absoluta na vereação, o poder subiu à cabeça do Sr.Presidente.Foi aí que começaram os nossos desentendimentos.Mas como havia, em teoria, uma oposição maioritária fui deixando andar e criticando por dentro.Com a maioria absolutíssima, o homem começou a convencer-se que era Deus.Reparem.: No Senhor das almas mostrou-se disponível se o PS o convidasse:Pedro Coimbra, presidente da Distrital tinha sido eleito na semana anterior e era e é, contrário à Cocelhia de Oliveira.6 meses depois, já dizia que não negociava com o PS a lista.Depois da eleição, pensava que eu era o secretário, ou coisa parecida.Quando lhe comecei a ler as regras e as leis e o ritmo que devia implementar-se foi o que se sabe.Não lhe dei assim tanto tempo.No intervalo, com umas “cascas de alho” um empreguito ali,um subsídiozito aqui,ficou tudo como se vê.O problema é que o pessoal com qualquer coisa se contenta…Veja a aposta na bola e nas festas.Populismo,logo votos..! Dessa eles não saem.E tendo os votos já têm a razão… Esse é o mal da nossa democracia.Resta acrescentar que o descalabro técnico e político não sobressaiu mais cedo, precisamente pela capacidade técnica do Dr.Paulo Rocha.Nota-se uma diferença significativa. Veja -se os três valores diferentes em actas, para a festa EXPOH. Agora as dívidas e tantas outras discrepâncias com a realidade…

  • luis

    Alguém me pode informar quando vai ser o concurso do “concelho do mundo c/ mais campos sintéticos por metro quadrado”?

  • Guerra Junqueiro

    Chocou-me saber que tem a viatura, as enfermeiras e os meios disponíveis e continua tudo na mesma.
    Muito chateados que andam com o governo por causa da saúde, e esquecem-se que este ano que passou, foi o ano em que mais se investiu na saúde, particularmente a pagar as dividas guterrinas e socratinas e a salvar o SNS.
    Depois, vamos ver quanto investiram,e note-se, zero.
    A demissão imediata salvava-vos de caírem na mer**a, porque na lama já estão.

    Cumprimentos
    Guerra Junqueiro

  • Secretário

    Ó Sr. Lopes, não sabe que o sonho do Alex é ser Secretário de Estado do Desporto.
    Ele quer é andar com a Selecção de um lado para o outro, ganhar por dentro e por fora, arrotar umas postas de pescada e laurear o queijo.
    É tão burro que acredita que lá chega, julga-se inteligente.
    Temos é azar em ter por cá esta nulidade, veja se o põe a andar rapidamente, ontem já era tarde.

  • Cirque de Soleil

    A Assembleia Municipal foi sem duvida uma “palhaçada”, em que os “polichinelos” faziam perguntas e preparavam situações para vir o “bobo da corte” com aquela “esperteza saloia” responder auxiliado por cartazes ao estilo “teste oftalmológico” sem que se percebesse o que lá estava, e pior de tudo, sem suporte contabilístico, tendo vindo a revelar-se num corrilho de mentiras. Foi o espectáculo, mal preparado de ilusionismo.
    O ponto alto foi quando um dos “arlequins” perguntou como estava a situação da estátua da Queijeira, tendo-se ouvido ao fundo a voz do Lopes, gozando com o espectáculo de “circo” a perguntar: «Então e a minha?»
    Realmente, já ouvimos tantas vezes o Sr Presidente dizer que se alguém merece uma estátua, é o António Lopes, que acredito que vão por o Homem num pedestal a espremer a coalhada, ou a tirar o leite às ovelhas.
    Da maneira como eles andam, nunca sabemos qual será o próximo espectáculo, é sempre uma surpresa. Que tal a eleição do “Maior Palerma do mundo”? Faziam o escolha internamente e continuavam com a “proclamação” do “artista” tal como o têm feito.

  • pertafer

    Lá MA, AL e companhia, lda. se auto-julgarem de sabichões e donos da razao, pela sua vaidade e egocentrismo, ser uma coisa feia de ver, mas admissível porque, ainda vá que não vá porque mostraram e mostram trabalhos, mérito e inteligência na sua terrena vivencia.
    Agora JCA!!! É realmente ridiculo e a antagonia das antagoniza, a reverssao das reverssoes. A mediocre inteligencia desse ser, reside só na inteligência saloia. A sua inteligência resume-se a algumas “virtudes” de carácter como: dizer aquilo que os outros gostam de ouvir, megalomania da mentira fácil, oferta de empregos na função publica, falta de educação que roça muitas vezes a ordinarice, baixar o nível dos debates e conversas por ausência de argumentos, vestir a pele de zé-povinho, etc. Enfim, um ser desprezível que tem tido sorte na vida e pode agradecê-la integralmente ao PSD. Usufruiu da divisao local desse partido politico e volta, recentemente a usufruir, do ingrato trabalho, que esse mesmo partido politico teve e tem tido em erguer um país socraticamente destruido. Enfim gratidoes e ingratidões que fazem parte da vida.