António Lopes

António Lopes acusa autarquia de continuar a gastar em “festas e futebol”, esquecendo a saúde

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital garantiu na última Assembleia Municipal que a Unidade Móvel de Saúde, que neste momento se encontra parada, vai começar a funcionar logo que esteja ultrapassado o impasse na contratação de enfermeiros. O autarca explicou ainda que numa primeira fase esta unidade vai actuar em três freguesias piloto, S.Gião e Lourosa, seguindo-se a Aldeia das Dez. José Carlos Alexandrino sublinhou igualmente que tem desenvolvido todos os esforços para salvaguardar a saúde no concelho. O discurso do autarca recebeu vários elogios da bancada do PS, mas não colheu junto do eleito António Lopes que acusou a autarquia de continuar mais preocupada em gastar dinheiro “em festas e futebol” do que em saúde, uma rubrica onde ainda não aplicou um cêntimo da verba orçamentada para este ano.

Ponto I-page-009“Fiquei empolgado com o discurso do Sr. Carlos Artur e quase me vieram lágrimas aos olhos com o discurso do Sr. Presidente. Mas a verdade é que vejo aqui que o dinheiro continua a ser gasto no futebol e festas e nada em termos de saúde. Nem um euro”, acusou António Lopes exibindo um documento da autarquia sobre a execução orçamental nestes primeiros dias do ano, o qual demonstra que o investimento em Cultura, Desporto, Juventude e Tempos Livres, já vai em 142.652,82 euros (cerca de 30 por cento do total gasto em todas as rubricas), mas não desembolsou qualquer verba , dos 210 mil euros previstos para este ano, em termos de saúde.

O mesmo documento, de resto, mostra que outra das áreas sociais, a Família, Solidariedade e Acção Social, também tem recebido pouco investimento por parte da autarquia. Esta área encontra-se dotada de 784,5 mil euros, mas até ao momento só foram aplicados cerca de 3, 5 mil euros. “Mude de táctica Sr. Presidente”, aconselhou ironicamente António Lopes, recordando que quem primeiro começou a atacar a saúde foi um ministro socialista, Correia de Campos, numa resposta às fortes criticas de José Carlos Alexandrino ao Ministério da Saúde.

Antes, José Carlos Alexandrino tinha explicado que a Unidade Móvel de Saúde, “onde a autarquia investiu muito dinheiro”, tem de ser colocada em funcionamento. O autarca frisou ainda que a Administração Regional de Saúde cedeu finalmente dois enfermeiros para alavancar o projecto. O autarca referiu ainda que continua empenhado em resolver o problema da falta de médicos e que apresentou uma alternativa aos responsáveis governamentais que solucionava o problema. A ideia, explicou, recebeu um parecer positivo por parte da tutela, mas nunca foi colocada em prática. “E isso já foi há muito tempo”, concluiu.

 

LEIA TAMBÉM

Presidente da Câmara de Oliveira do Hospital garante verba ainda desconhecida para reconstrução das segundas habitações depois de questionado pelo vereador do PSD

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, disse hoje que …

CDS oliveirense ausente da cerimónia de comemoração do feriado municipal como protesto pela condecoração a Ana Abrunhosa

O CDS oliveirense vai estar ausente da cerimónia de comemoração do feriado municipal que vai …

  • JPCRUZ

    caríssimo amigo você ão vê que isto são contas a mais para esses senhores.
    O municipio de Oliveira do Hospital resume-se as festas sem foguetes e futebol . O que é bom como o investimento público ja se passaram 1 ano e meio e nada.

  • António Lopes

    Este mapa diz mais que todas as palavras..! É bem esclarecedor das opções desta Câmara.O resto, como diz o Senhor Presidente, são: “FAIT DIVERS”…Contra factos não há argumentos…

  • luis

    Parece que agora vem lá um monumento à queijeira. Houve já quem me perguntasse se o presidente já foi pastor…. Ahahahah!!!

  • Ricardo Antunes

    Triste sina a de Oliveira do Hospital. De facto, há uma grande contradição entre o discurso e a prática. Pelo que se pode ver da notícia e, particularmente, do quadro, a autarquia não parece muito disposta em apostar na saúde. Gostaria que o executivo a explicasse estes números. Algo não bate certo. Lamento é que o Sr Lopes, o principal responsável por colocar estes senhores no poder, não tenha acordado mais cedo. Também não entendo como conseguiu acompanhar estes rapazes durante tanto tempo. Devia explicar isso, sr. Lopes.

    • António Lopes

      Explico: O mal foi ter permitido a entrada do Dr.Paulo Rocha.A partir daí, com a maioria absoluta na vereação, o poder subiu à cabeça do Sr.Presidente.Foi aí que começaram os nossos desentendimentos.Mas como havia, em teoria, uma oposição maioritária fui deixando andar e criticando por dentro.Com a maioria absolutíssima, o homem começou a convencer-se que era Deus.Reparem.: No Senhor das almas mostrou-se disponível se o PS o convidasse:Pedro Coimbra, presidente da Distrital tinha sido eleito na semana anterior e era e é, contrário à Cocelhia de Oliveira.6 meses depois, já dizia que não negociava com o PS a lista.Depois da eleição, pensava que eu era o secretário, ou coisa parecida.Quando lhe comecei a ler as regras e as leis e o ritmo que devia implementar-se foi o que se sabe.Não lhe dei assim tanto tempo.No intervalo, com umas “cascas de alho” um empreguito ali,um subsídiozito aqui,ficou tudo como se vê.O problema é que o pessoal com qualquer coisa se contenta…Veja a aposta na bola e nas festas.Populismo,logo votos..! Dessa eles não saem.E tendo os votos já têm a razão… Esse é o mal da nossa democracia.Resta acrescentar que o descalabro técnico e político não sobressaiu mais cedo, precisamente pela capacidade técnica do Dr.Paulo Rocha.Nota-se uma diferença significativa. Veja -se os três valores diferentes em actas, para a festa EXPOH. Agora as dívidas e tantas outras discrepâncias com a realidade…

  • luis

    Alguém me pode informar quando vai ser o concurso do “concelho do mundo c/ mais campos sintéticos por metro quadrado”?

  • Guerra Junqueiro

    Chocou-me saber que tem a viatura, as enfermeiras e os meios disponíveis e continua tudo na mesma.
    Muito chateados que andam com o governo por causa da saúde, e esquecem-se que este ano que passou, foi o ano em que mais se investiu na saúde, particularmente a pagar as dividas guterrinas e socratinas e a salvar o SNS.
    Depois, vamos ver quanto investiram,e note-se, zero.
    A demissão imediata salvava-vos de caírem na mer**a, porque na lama já estão.

    Cumprimentos
    Guerra Junqueiro

  • Secretário

    Ó Sr. Lopes, não sabe que o sonho do Alex é ser Secretário de Estado do Desporto.
    Ele quer é andar com a Selecção de um lado para o outro, ganhar por dentro e por fora, arrotar umas postas de pescada e laurear o queijo.
    É tão burro que acredita que lá chega, julga-se inteligente.
    Temos é azar em ter por cá esta nulidade, veja se o põe a andar rapidamente, ontem já era tarde.

  • Cirque de Soleil

    A Assembleia Municipal foi sem duvida uma “palhaçada”, em que os “polichinelos” faziam perguntas e preparavam situações para vir o “bobo da corte” com aquela “esperteza saloia” responder auxiliado por cartazes ao estilo “teste oftalmológico” sem que se percebesse o que lá estava, e pior de tudo, sem suporte contabilístico, tendo vindo a revelar-se num corrilho de mentiras. Foi o espectáculo, mal preparado de ilusionismo.
    O ponto alto foi quando um dos “arlequins” perguntou como estava a situação da estátua da Queijeira, tendo-se ouvido ao fundo a voz do Lopes, gozando com o espectáculo de “circo” a perguntar: «Então e a minha?»
    Realmente, já ouvimos tantas vezes o Sr Presidente dizer que se alguém merece uma estátua, é o António Lopes, que acredito que vão por o Homem num pedestal a espremer a coalhada, ou a tirar o leite às ovelhas.
    Da maneira como eles andam, nunca sabemos qual será o próximo espectáculo, é sempre uma surpresa. Que tal a eleição do “Maior Palerma do mundo”? Faziam o escolha internamente e continuavam com a “proclamação” do “artista” tal como o têm feito.

  • pertafer

    Lá MA, AL e companhia, lda. se auto-julgarem de sabichões e donos da razao, pela sua vaidade e egocentrismo, ser uma coisa feia de ver, mas admissível porque, ainda vá que não vá porque mostraram e mostram trabalhos, mérito e inteligência na sua terrena vivencia.
    Agora JCA!!! É realmente ridiculo e a antagonia das antagoniza, a reverssao das reverssoes. A mediocre inteligencia desse ser, reside só na inteligência saloia. A sua inteligência resume-se a algumas “virtudes” de carácter como: dizer aquilo que os outros gostam de ouvir, megalomania da mentira fácil, oferta de empregos na função publica, falta de educação que roça muitas vezes a ordinarice, baixar o nível dos debates e conversas por ausência de argumentos, vestir a pele de zé-povinho, etc. Enfim, um ser desprezível que tem tido sorte na vida e pode agradecê-la integralmente ao PSD. Usufruiu da divisao local desse partido politico e volta, recentemente a usufruir, do ingrato trabalho, que esse mesmo partido politico teve e tem tido em erguer um país socraticamente destruido. Enfim gratidoes e ingratidões que fazem parte da vida.