António Lopes brindou bombeiros de Lagares da Beira com mais uma ambulância

O gesto altruísta partiu do empresário e benemérito local António dos Santos Lopes que, no último sábado, depositou a nova ambulância no parque de viaturas da corporação.

Ao correiodabeiraserra.com, António Lopes justificou a oferta com “a tentativa de equilibrar” os apoios canalizados para as duas corporações de bombeiros em actividade no concelho de Oliveira do Hospital.

“Dei 60 mil euros aos bombeiros de Oliveira do Hospital e sentia-me em dívida para com os de Lagares da Beira”, afirmou o benemérito, verificando contudo que as necessidades são diferentes em cada um dos corpos de bombeiros.

António Lopes referiu ainda que por trás do seu gesto está também a “admiração e o respeito” que nutre pela corporação.

Na cerimónia de entrega da viatura, o benemérito chegou mesmo a agradecer o “espírito de entreajuda” que é visível entre os bombeiros e até entre os familiares. “Até as mulheres dos bombeiros ajudam no combate aos incêndios”, frisou António Lopes que, em jeito de ironia, chegou a frisar que, com a oferta da ambulância está a iniciar “a compra de votos para as eleições que se realizam daqui a quatro anos”.

O gesto de Lopes valeu o agradecimento profundo da direcção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Lagares da Beira que teria que recorrer ao leasing para poder adquirir a viatura de que necessitava.

O esforço que a corporação pretendia fazer acabou por não ser necessário, já que António Lopes de predispôs a oferecer a viatura desejada.

“Não tenho palavras para avaliar o gesto”, referiu ao correiodabeiraserra.com o presidente da direcção da corporação, elogiando o carácter do sócio e benemérito António Lopes.

“Era e continua a ser um grande homem”, considerou José Manuel Albuquerque, confessando que aquela “prenda de Natal” o deixou “emocionado”. Também para o vice-presidente da direcção, Alberto Cadima, “não há palavras” que expressem a dádiva de Lopes, até porque “não é todos os dias que acontece uma coisa destas”.

De acordo com José Manuel Albuquerque a viatura recebida – Volkswagen Crafter no valor de 34 mil Euros – era uma necessidade sentida pela corporação. Sublinhe-se que há quatro anos, António Lopes também brindou a Associação Humanitária com uma ambulância medicalizada.

LEIA TAMBÉM

Dominado fogo que hoje se reacendeu em Tábua

O incêndio florestal que deflagrou na terça-feira no concelho de Tábua, que esteve em fase …

Incêndios destruíram mais 500 hectares em Seia

Incêndio de Tábua reacendeu-se e mobiliza centenas de bombeiros

O incêndio que ontem deflagrou em Tábua, está novamente activo. O reacendimento aconteceu ao início da tarde …