“E porque na primeira vez que usei da palavra, na Assembleia Municipal (AM), disse que a bandeira do Concelho...

António Lopes diz que a sua bandeira é Oliveira do Hospital e demite-se do PCP

… estava primeiro que a do partido (está escrito na acta),estou hoje muito confortável para me dirigir a todos, independentemente das bandeiras, porque os meus princípios continuam a ser os mesmos. Primeiro Oliveira do Hospital. Tão longe levei a promessa, que não sem mágoa, já me demiti do Partido.

“ A frase foi proferida por António Lopes, através de um comentário colocado ontem na edição online do Correio da Beira Serra – veja aqui o comentário na íntegra –, e no qual o antigo deputado municipal da CDU na Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital revela ter-se demitido do PCP – um partido onde militou desde a sua adolescência.

O ex-cabeça de lista com que a CDU concorreu à assembleia municipal, nas eleições autárquicas de 2005, já há muito que vinha mantendo algumas divergências políticas com os seus camaradas de partido de Oliveira do Hospital e, no final de 2008 – por sugestão do próprio PCP –, não retomou o seu lugar de deputado na AM, depois de o ter suspendido pelo período de um ano, em finais de 2007.

Desfiliado do partido onde travou várias lutas, sobretudo nos anos 70, altura em que se destacou como sindicalista nas minas da Panasqueira, Lopes já confirmou publicamente que vai participar nas eleições autárquicas de 2009, mas ainda não se sabe de que lado da barricada é que estará o agora ex-militante comunista.

Para o conhecido benemérito, a sua missão – conforme o próprio sublinha, numa inequívoca alusão à gestão camarária do executivo de Mário Alves – é “resolver de vez este pesadelo de década e meia que sobre nós se abateu”. E sobre isso, o empresário sustenta também que “inglória seria a decisão se não fossemos capazes de alterar o rumo do nosso Concelho”.

LEIA TAMBÉM

CNE dá provimento a denúncias do PSD e pede explicações a José Carlos Alexandrino sob alegadas práticas que violam lei eleitoral

A Comissão Nacional de Eleições (CNE) deu provimento a uma queixa apresentada pela concelhia do …

João Paulo Albuquerque acusa PS por não concluir IC6, pelo menos, até 2030

João Paulo Albuquerque considera que o IC6 não é uma prioridade, mas sim uma necessidade …