Em contagem decrescente para o terminus do mandato – Outubro de 2009 – o presidente da Junta de Freguesia de Vila Franca da Beira assegura que “a CDU vai cumprir o programa eleitoral apresentado nas eleições autárquicas de 2005”.

António Lopes renunciou mandato, mas João Dinis garante que “a CDU vai cumprir programa eleitoral”

 

Imagem vazia padrãoA garantia é avançada por João Dinis que, em comunicado enviado ao diário online do Correio da Beira Serra, não deixa de reconhecer o “empenhamento e generosidade que caracterizam o comportamento político e social de António Lopes”, que recentemente pediu renúncia ao seu mandato enquanto eleito CDU e presidente da Assembleia de Freguesia de Vila Franca da Beira. “A CDU assume que este seu ex-eleito faz falta à freguesia e ao município”, adianta o comunicado.

O novo presidente da Mesa da Assembleia de Freguesia deverá ser eleito em Abril e João Dinis garante não baixar os braços até Outubro de 2009. Os sanitários do cemitério, o calcetamento das ruas adjacentes ao Largo do Rossio – depois de a Câmara aí ter substituído a canalização da água pública – são obras a que o autarca se compromete a dar seguimento, remetendo para a Câmara Municipal e Governo, a competência de construírem um novo depósito de água, um edifício polivalente anexo à escola, bem como a correcção e arranjo da Estrada Nova.

No mesmo comunicado – denominado por Boletim – a Junta de Freguesia de Vila Franca da Beira volta a mostrar o seu desacordo relativamente à concessão do abastecimento de água pública e da Estação de Tratamento de águas Residuais da freguesia ao Sistema Multimunicipal da Águas do Zêzere e Côa. Lembra o seu voto “contra”, em Assembleia Municipal de 2004, por considerar que os sistemas nas mãos da empresa se iriam traduzir em “grandes aumentos no custo da água e na taxa de saneamento”. Imputa agora à Câmara e Assembleia Municipal a responsabilidade de “não permitirem os exagerados aumentos dos preços”. Ou – adianta – “seja a Câmara a garantir um custo social para estes bens e serviços essenciais”.

Comemorar 20 anos de criação pela não extinção

No Boletim de Janeiro, o presidente da Junta de Freguesia de Vila Franca da Beira chama ainda a atenção para a data festiva que autarquia está prestes a atingir. No dia 23 de Maio, assinalam-se duas décadas, após publicação em Diário da República da criação da Freguesia e João Dinis apela à sua comemoração, que é “tanto mais importante”, porque “PS e PSD conduzem mais um perigoso ataque contra as pequenas freguesias”.

O autarca aponta o dedo às intenções “desses partidos”, no sentido de acabarem com freguesia com menos de mil eleitores e de limitarem às Juntas de Freguesia a recepção de “mais verbas directamente do Orçamento de Estado”. Adianta que a autarquia que lidera conta apenas com 24 mil euros por ano do Orçamento de Estado.

LEIA TAMBÉM

Candidato do PSD a Travanca promete “um presidente para todos os dias e não apenas para o fim-de-semana”

O PSD apresentou ontem publicamente a lista candidata à Assembleia de Freguesia de Travanca de …

Festival “Origens” de Travanca de Lagos agendado para o próximo fim-de-semana

Os Jovens da Liga de Travanca de Lagos apresentam, de sexta-feira a domingo, mais uma …