António Lopes

António Lopes: “Se eu quiser fazer consigo aquilo que o senhor tem feito comigo, um dia saem daqui todos à porrada e eu fico lá em baixo na porta à espera”

O eleito António Lopes acusou na última Assembleia Municipal o presidente da autarquia de tentar proibir as pessoas de se relacionarem com ele. O anterior presidente da AM disse ainda que se um dia resolver entrar pelo mesmo caminho que diz ser seguido e José Carlos Alexandrino e revelar algumas conversas “acaba tudo à porrada” na reunião máxima do município.

“O senhor proíbe as pessoas de tomar um café comigo, persegue as pessoas por almoçarem comigo. O Mário Alves algum dia fez isso? Está-se a rir?”, questionou António Lopes dirigindo-se a José Carlos Alexandrino. “Olhe vou-lhe dizer uma coisa e é o ultimo dia que lho digo aqui. Tenho respeito por este salão nobre e nunca fiz aqui uso de uma conversa que tivesse tido consigo no exercício das funções. Porque, se eu quiser fazer consigo aquilo que o senhor tem feito comigo, um dia saem daqui todos à porrada e eu fico lá em baixo na porta à espera”, sublinhou. “O que o senhor disse de algumas pessoas que estão aqui e o que algumas pessoas disseram de outras, se um dia entro no seu caminho saem daqui todos à porrada”, enfatizou.

António Lopes avisou José Carlos Alexandrino para distinguir aquilo que faz enquanto cidadão e o que faz enquanto presidente da autarquia. “Sou uma pessoa que tem ética, sei o que ando aqui a fazer. O cidadão António Lopes não é o mesmo que o eleito António Lopes e o senhor tem de aprender que não é a mesma coisa o presidente da Câmara e o cidadão José Carlos Alexandrino. São coisas diferentes”, concluiu.

LEIA TAMBÉM

Capoula Santos apresentou em Oliveira do Hospital novas medidas de apoio aos agricultores afectados pelos fogos

O Ministro da Agricultura apresentou, ontem, em Oliveira do Hospital, as novas medidas de apoio …

O “Ciclone de Fogo” varreu aquela noite que o foi de (quase) todos os medos… Autor: João Dinis, Jano

Naquela noite de (quase) todos os Fogos e de (quase) todos os medos, morreu Gente …

  • É muita Areia…

    Este António Lopes é um puro que, no contexto, vira um lírico…Quando eles tratam um cidadão que distribuiu mais de um milhão de euros por este Concelho, como tratam, acha o homem que eles olham a meios..? A deles é segurar a teta. Desde que dê leite, querem lá saber como é que a apanharam.? Nas reuniões de Câmara é o maior.Na Assembleia levou porrada o tempo todo,falou de inveja, do partido para a Assembleia, dos debates televisivos , onde virou um supersumo cultural..! O homem não se encherga mesmo..! Querem lá eles saber de ética..? Querem é tratar da vida…

    • Adivinho

      Eles tratam assim o António Lopes, mas parece que o António Lopes lhes vai tratar da saúde.
      Posto 10 contra 1, que o António Lopes vai aniquilar o Alex.

      • Respeitoaopróximo

        Da mente precisa ele tratar, está cada vez mais tolo e com pretensões de grande homem. Lendo o que se passa nas AM o homem está mesmo a pensar que é um deus,mas é um fracasso é mesmo um deus cada vez menor..

        • Andre Brito

          Tudo errado, tem que ter paz!

  • José António

    Como é que um Presidente de uma autarquia ouve um eleito pedir-lhe dinheiro que alegadamente estará em dívida e não responde? Ouve estas afirmações e faz um sorriso envergonhado? E depois, em completo despropósito, faz um auto-elogio digno de arrancar gargalhadas ao mais pesaroso dos seres. Sr. Presidente, estas coisas ficam-lhe mal, muito mal…. Como diz António Lopes, o principal culpado, sublinhe-se, de ocupar esse cargo, o presidente do município deve ter o discernimento de distinguir as coisas e enquanto presidente deve fazer um esforço para disfarçar as brutidades naturais do vulgar munícipe que é José Carlos Alexandrino. Quer queira, quer não, os disparates do Alexandrino, na pessoa do Presidente da Câmara, envergonham mais de 20 mil pessoas. Quanto ao deputado António Lopes está a pagar por aquilo que fez ao convencer a população que estava acompanhado por gente competente e com escrúpulos. Não estava. Se entrar em novas batalhas, veja se tem mais cuidado com quem tem ao seu lado ou arrisca-se mesmo a convencer a população que é apenas “Bobo”.

  • Plebicola

    Com tanta contestação que se tem visto por este jornal ao executivo Alex e companhia, a oposição está á espera de quê, para indagar junto da população das instituições e dos empresários, no sentido de obter informação qual o grau de satisfação com as politicas deste executivo camarário.
    Só assim se pode apurar na realidade se os municipes querem ou não alternativa.

    Podem começar pelas aldeias mais afastadas da sede do concelho.

    Sinceramente na minha aldeia nunca vi a posição a tomar posição a propor alternativas, mais ainda nunca os vi por cá.

    Fácil é dizer que tudo está mau, mas para isso devem (a oposição) apresentar com seriedade as alternativas.

    No que respeita o Pombo e o Lopes estão a trabalhar bem, primeiro porque sabem o que está mal, pois ambos andaram de mão dada com o Alex e porque têm sido bastante diligentes no que respeita á má gestão camarária.

    O resto Oposição ?

    O Alex tem vindo a enterrar-se sozinho e com a sua ultima tirada que deu lugar a gargalhada geral, ele o engenheiro e o livro, está mias fácil do que nunca contestar e criar soluções.

    Porque a próxima bandeira do Alex será com pompa e circunstância com a criação dos postos de trabalho no Continente, mas caros co-municipes o caos no comércio Oliveirense vai surgir em grande escala, irão encerrar efectivamente mais de 50% do comércio local e espero que apresentem seriamente esses números.

    Aguardamos com serenidade a queda do concelho, pois a crise para os Oliveirenses vem aí em grande escalada,

    08 de Maio de 2015

    • Politicalex

      Quais postos de trabalho, do continente..? Os que se criarem lá,são os que se perdem na concorrência, a correr bem.Os “estragos no pequeno comercio,vão ter consequências gravosas e aumentar mais desemprego do que o criado..!

  • isabel capelo

    Já em tempos ouvi um munícipe numa AM fazer afirmação semelhante. O sr carlos mistura tudo, disse…