António Torrado participa na Semana da Leitura de Lagares da Beira

De entre um vasto conjunto de actividades, a Semana da Leitura que está a decorrer desde segunda-feira no Agrupamento de Lagares da Beira teve, ao início da tarde de hoje, o seu momento alto com a visita do escritor António Torrado.

O objectivo – explicou o director da escola, Ernesto Gouveia – é de incentivar a prática da leitura que, na biblioteca da escola, até tem vindo a registar bons índices. “É verdade o aumento da preferência pelos computadores, mas também temos assistido ao aumento da leitura de livros na biblioteca”, referiu a este diário digital, frisando que aquele espaço tem vindo a ser apetrechado, com o apoio da Rede Nacional de Bibliotecas e da Câmara Municipal, com os livros necessários para a comunidade escolar.

Ernesto Gouveia falou ainda de um espólio de cerca de dois mil livros de temáticas variadas que tinha sido oferecido à escola pelo falecido padre Eugénio Martins, mas que por não corresponder ao que era exigido para uma biblioteca escolar, acabou por ser cedido à Biblioteca / Ludoteca de Lagares da Beira.

O aumento dos índices de leitura no agrupamento de escolas por alunos de todas as idades deve-se – como explicou a responsável de biblioteca, Ana Cristina Dias – à promoção que tem sido feita junto dos jovens estudantes. Deu o exemplo da hora do conto com realização semanal e também das sessões de dramaturgia.

Quem também não se mostrou nada preocupado com as preferências em torno dos computadores e da internet foi António Torrado. “Temos que saber tirar partido dessas circunstâncias”, frisou ao correiodabeiraserra.com, contando que também ele recorre ao seu site da internet – www.historiadodia.pt – para incentivar, junto dos mais novos, o gosto pela leitura.

Na opinião do escritor, a internet é até “um valor acrescentado”. “Não considero a internet uma inimiga porque estaria a pôr em causa o próprio progresso”, considerou.

Desde a passada segunda-feira que a semana da leitura tem mobilizado toda a comunidade educativa, de entre alunos, professores, pais e até funcionários.

O convite à leitura surge a cada momento e pela escola até andam a vaguear ilustres escritores como Eça de Queirós, Camões, Florbela Espanca, Fernando Pessoa e Bocage, em personagens recriadas pelos alunos trajados a rigor.

LEIA TAMBÉM

Alunos da ESTGOH consideram “Oliveira do Hospital uma cidade acolhedora”

ESTGOH atrai 110 alunos na primeira fase de acesso ao ensino superior, curso de Gestão das Bioindústrias sem grande adesão

A Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital (ESTGOH) preencheu 110 das …

Amianto vai ser retirado da Escola Secundária de Oliveira do Hospital, oposição critica “timing”

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital anunciou ontem que assinou um contrato de adjudicação …