Arganil preserva floresta autóctone

 

Carvalho-negral, sobreiro, castanheiro, Cereijeira, pinheiro-manso e medronheiro são algumas das espécies presentes em espaços do concelho de Arganil que, desde 2009, têm vindo a beneficiar de trabalhos de reflorestação.

Em parceria com a Fundação Floresta Unida, a ação de reflorestação vai continuar este ano, estando já prevista a arborização de alguns espaços junto à Zona Industrial da Relvinha, entre outros locais.

A Floresta Unida tem o objetivo principal de encontrar um equilíbrio entre a floresta e o Ser Humano.

LEIA TAMBÉM

Ministro Pedro Marques garantiu em Nelas que a aposta em infra-estruturas de transporte passa pela ferrovia e IP3, ignorando IC6 e IC12

O ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, assegurou ontem em Canas de Senhorim, Nelas, …

José Carlos Alexandrino lança suspeitas sobre queijeiras de Seia nas descargas ilegais no rio Cobral

Como regresso da chuva, os habitantes que vivem próximo do rio Cobral temem que voltem …