idosos

ARSC pede a lares para evitarem enviar idosos directamente para as urgências

O presidente da Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC), José Tereso, apelou hoje para que os lares não enviem directamente os utentes para as urgências sem antes consultarem o médico afecto às instituições. A “esmagadora maioria das pessoas que vão às urgências são idosos” e parte “vêm directamente dos lares sem verem antes médico nenhum”, afirmou hoje em Coimbra José Tereso.

O pico da gripe previsto para “daqui a 15 dias” é mais uma razão para o presidente da ARSC defender que os utentes devem dirigir-se primeiro “ao seu médico de família”, que, caso seja necessário, “os encaminhará para os serviços de urgência”. Os idosos, também por isso, não devem ser enviados pelos lares “directamente para as urgências”, devendo primeiro ser consultados pelo médico da instituição.

José Tereso referiu ainda que, desde Dezembro, a entidade está a promover “acções de formação para os profissionais dos lares de idosos” nos seis distritos da região, numa iniciativa que deve decorrer durante todo o primeiro trimestre deste ano. A acção de formação visa “melhorar a assistência, combater a infecção nosocomial e melhorar as práticas de prescrição de antibióticos por causa das multirresistências”, referiu.

LEIA TAMBÉM

Atropelamento mortal em Candosa, concelho de Tábua

Mulher morreu hoje em Oliveira do Hospital vítima de atropelamento na EN17 junto ao Lidl

Uma mulher, com 60 anos, morreu ao final da manhã de hoje na sequência de …

Detidos incendiários em Viseu, Vouzela e Tondela

A Polícia Judiciária deteve um homem, de 41 anos, casado, servente de pedreiro, pela presumível …