ASAE apreende queijo Serra da Estrela falsificado no valor de 1.200 euros

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu mais de 1.612 rótulos e cerca de 50 quilos de queijo de ovelha, num valor estimado de 1200 euros, por usurpação da Denominação de Origem Protegida “Serra da Estrela”, indica um comunicado divulgado hoje.

A apreensão deveu-se à utilização do nome “serra da Estrela” em queijos cuja produção não reunia os requisitos necessários para essa certificação, quanto à origem da matéria-prima utilizada.

A investigação da ASAE detectou que um estabelecimento de produtos tradicionais no Porto comprou os queijos de ovelha de uma fábrica da zona centro e substituiu os rótulos de origem por outros, fazendo constar que a sua origem seria “serra da Estrela”. No estabelecimento foram apreendidos 500 rótulos de queijo da serra que seriam colocados nas próximas unidades.

Foi ainda detectado, segundo o comunicado, que a unidade de fabrico produzia queijos para um grupo de restaurantes em Lisboa, cujos rótulos ostentavam a denominação protegida.

LEIA TAMBÉM

Universidade de Coimbra aposta na folha de mirtilo para tratamento da Esclerosa Múltipla

Um projecto de investigação da Universidade de Coimbra aposta no potencial terapêutico da folha de …

Polícia Judiciária deteve mulher que tentava introduzir haxixe na prisão de Coimbra

PJ deteve 12 pessoas em Coimbra por suspeita de tráfico de droga

A Directoria do Centro da Polícia Judiciária anunciou hoje ter detido, na terça-feira, doze pessoas …