ASAE apreende queijos e rótulos em empresa do Distrito da Guarda que produzia e vendia falso queijo da Serra da Estrela

Uma empresa do distrito da Guarda foi alvo de uma investigação pela Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) e penalizada por comercializar falsos queijos Serra da Estrela. Os inspectores da ASAE apreenderam cerca de 200 queijos destinados à distribuição pelos circuitos grossista, retalhista e online e 18 mil rótulos, tudo num valor aproximado de 1 800,00 euros.

Esta autoridade faz saber que a empresa em causa utilizava a denominação de origem protegida ‘Serra da Estrela’ em queijos que, não só não apresentavam a necessária certificação na rotulagem, como também não eram produzidos de acordo com os requisitos.

Os queijos eram produzidos com leite cuja origem não correspondia aquela que é legalmente exigida. Ainda assim, eram distribuídos e comercializados como sendo da região da Serra da Estrela, o que induzia o consumidor em erro e constituía um ato de concorrência desleal entre os produtores.

Ao mesmo tempo foi instaurado um processo-crime por violação e uso ilegal de denominação de origem protegida e fraude sobre mercadorias.

LEIA TAMBÉM

Acidente no IP3 provoca duas mortes, dois feridos e corte da via nos dois sentidos

Um acidente entre dois veículos ligeiros, seguido do despiste de um pesado e de um …

Polícia Judiciária deteve mulher que tentava introduzir haxixe na prisão de Coimbra

PJ deteve traficantes em Coimbra

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem, electricista e com 29 anos, em Coimbra, por …