ASAE apreende queijos e rótulos em empresa do Distrito da Guarda que produzia e vendia falso queijo da Serra da Estrela

Uma empresa do distrito da Guarda foi alvo de uma investigação pela Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) e penalizada por comercializar falsos queijos Serra da Estrela. Os inspectores da ASAE apreenderam cerca de 200 queijos destinados à distribuição pelos circuitos grossista, retalhista e online e 18 mil rótulos, tudo num valor aproximado de 1 800,00 euros.

Esta autoridade faz saber que a empresa em causa utilizava a denominação de origem protegida ‘Serra da Estrela’ em queijos que, não só não apresentavam a necessária certificação na rotulagem, como também não eram produzidos de acordo com os requisitos.

Os queijos eram produzidos com leite cuja origem não correspondia aquela que é legalmente exigida. Ainda assim, eram distribuídos e comercializados como sendo da região da Serra da Estrela, o que induzia o consumidor em erro e constituía um ato de concorrência desleal entre os produtores.

Ao mesmo tempo foi instaurado um processo-crime por violação e uso ilegal de denominação de origem protegida e fraude sobre mercadorias.

LEIA TAMBÉM

Mais de duas toneladas de queijo denominado Serra da Estrela apreendidos em Seia

Mais de duas toneladas de queijo indevidamente classificado com denominação de origem protegida (DOP) Serra …

Homem de 47 anos detido depois de violar mulher em Coimbra que conheceu via Facebook

Um homem de 47 anos, empregado na construção civil, foi detido pela Polícia Judiciária depois …