Assaltos e droga levam candidato do CDS/PP a solicitar audiência ao Destacamento da GNR

… para saber que medidas estão em curso para travar tal situação.

A “insegurança” no concelho é o tema com que o candidato do CDS/ PP à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital se estreia na corrida eleitoral.

Particularmente preocupado com os “inúmeros relatos de assaltos a residências e empresas de Oliveira do Hospital”, bem como com “as reiteradas notícias de casos de furtos a pessoas na via pública, acompanhados de episódios de violência”, José Vasco de Campos acaba de anunciar, em comunicado enviado ao correiodabeiraserra.com, o pedido de audiência que dirigiu ao comandante do Destacamento da GNR da Lousã, Rui Oliveira.

“Igualmente apreensivo” com a situação recentemente denunciada de tráfico e consumo de estupefacientes no Bairro Social João Rodrigues Lagos e zona histórica, o candidato do CDS/PP à autarquia oliveirense quer saber junto daquela estrutura de segurança quais as “medidas previstas ou em curso para prevenir a criminalidade no concelho”.

No entender de José Vasco Campos a frequência dos episódios de assalto e de furto, em particular na área urbana do concelho, “tem contribuído para aumentar o clima de insegurança” entre a população.

“A criminalidade, lamentavelmente, começa a atingir contornos idênticos aos registados nos grandes centros urbanos”, sublinha o candidato centrista à Câmara Municipal que revela particular preocupação com aquele que foi o cenário descrito pelos moradores e comerciantes do Bairro João Rodrigues Lagos e da zona histórica da cidade de consumo e tráfico de drogas. “Além de espalharem o medo a quem ali habita e tem os seus estabelecimentos comerciais, contribuem para a crescente desertificação da zona antiga de Oliveira do Hospital”, alerta José Vasco Campos.

Em face de uma situação à qual reconhece “gravidade e relevância pública”, o candidato não deixa de estranhar que as demais forças políticas concelhias não confiram prioridade a um problema de “segurança e integridade física dos oliveirenses”. “Não é conhecida qualquer intervenção política recente nesta matéria”, constata José Vasco Campos, assumindo o próprio este tema como prioritário na vida do concelho.

LEIA TAMBÉM

SONAE (Ai – Ai …) Ou em como o “ouro” de uns é o nosso prejuízo!

CDU vê aprovado na Assembleia da União de Freguesias de Ervedal e Vila Franca da Beira voto de protesto contra falta de apoio das autoridades às vítimas dos incêndios

O eleito da CDU na Assembleia de Freguesia da União de Freguesias de Ervedal e …

Nova liderança da JSD de Oliveira do Hospital quer colocar problemas dos jovens na agenda política local

Virgílio Salvador, de 26 anos, foi eleito no domingo presidente da Juventude Social Democrata de …