Assaltos e droga levam candidato do CDS/PP a solicitar audiência ao Destacamento da GNR

… para saber que medidas estão em curso para travar tal situação.

A “insegurança” no concelho é o tema com que o candidato do CDS/ PP à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital se estreia na corrida eleitoral.

Particularmente preocupado com os “inúmeros relatos de assaltos a residências e empresas de Oliveira do Hospital”, bem como com “as reiteradas notícias de casos de furtos a pessoas na via pública, acompanhados de episódios de violência”, José Vasco de Campos acaba de anunciar, em comunicado enviado ao correiodabeiraserra.com, o pedido de audiência que dirigiu ao comandante do Destacamento da GNR da Lousã, Rui Oliveira.

“Igualmente apreensivo” com a situação recentemente denunciada de tráfico e consumo de estupefacientes no Bairro Social João Rodrigues Lagos e zona histórica, o candidato do CDS/PP à autarquia oliveirense quer saber junto daquela estrutura de segurança quais as “medidas previstas ou em curso para prevenir a criminalidade no concelho”.

No entender de José Vasco Campos a frequência dos episódios de assalto e de furto, em particular na área urbana do concelho, “tem contribuído para aumentar o clima de insegurança” entre a população.

“A criminalidade, lamentavelmente, começa a atingir contornos idênticos aos registados nos grandes centros urbanos”, sublinha o candidato centrista à Câmara Municipal que revela particular preocupação com aquele que foi o cenário descrito pelos moradores e comerciantes do Bairro João Rodrigues Lagos e da zona histórica da cidade de consumo e tráfico de drogas. “Além de espalharem o medo a quem ali habita e tem os seus estabelecimentos comerciais, contribuem para a crescente desertificação da zona antiga de Oliveira do Hospital”, alerta José Vasco Campos.

Em face de uma situação à qual reconhece “gravidade e relevância pública”, o candidato não deixa de estranhar que as demais forças políticas concelhias não confiram prioridade a um problema de “segurança e integridade física dos oliveirenses”. “Não é conhecida qualquer intervenção política recente nesta matéria”, constata José Vasco Campos, assumindo o próprio este tema como prioritário na vida do concelho.

LEIA TAMBÉM

Afinal em que país vivemos? Autor: António Lopes.

Fazendo uma análise superficial ao resultado das eleições do último Domingo, considerando as euforias e …

Comentários aos resultados eleitorais em Oliveira do Hospital. Autor: João Dinis, Jano

Grande vitória da CDU na Freguesia de Meruge!  A nível municipal, porém, sai muito ferida …