Autarca de Oliveira queixa-se de serviço de “péssima qualidade” e pede indemnização à AZC

O saneamento básico continua a ser um problema em Oliveira do Hospital. O presidente da Câmara Municipal queixa-se da falta de manutenção das ETARS e garante avançar com pedido de indemnização junto da AZC.

José Carlos alexandrino não aceita que as elevadas faturas liquidadas junto da Águas do Zêzere e Côa não correspondam à prestação de um serviço de qualidade, com evidentes prejuízos para a qualidade de vida dos oliveirenses.

Ontem, na última reunião pública do executivo municipal, o autarca de Oliveira do Hospital anunciou a intenção de avançar com pedido de indemnização junto da empresa multimunicipal Águas do Zêzere e Côa como forma de ressarcir o município pelo “serviço de péssima qualidade” que tem prestado ao nível do saneamento.

“É um serviço caríssimo e mal executado”, continuou José Carlos Alexandrino queixando-se da “falta de manutenção” das ETARs e estações elevatórias onde é notória a ausência continuada dos técnicos responsáveis por assegurar o bom funcionamento das estruturas. “Vê-se que os portões nem são abertos”, insistiu o autarca que cansado de reclamar junto da AZC – “tem feito ouvidos de mercador”, frisou – admite propor à empresa que a manutenção das estruturas saia da alçada da empresa contratada para o efeito e passe para o domínio do município. “Nós com os nossos dois funcionários temos menos problemas”, disse confiante o presidente da Câmara oliveirense que por esta altura está farto de promessas sem melhorias à vista.

Ainda que o caso mais problemático seja o da ETAR da cidade, Alexandrino está certo de que os problemas são transversais a todo o concelho. “As queixas são consecutivas e com razão”, referiu, constatando que a situação “está pior do que quando era a Câmara que administrava as fossas”. O presidente caracteriza a situação de “miserável”, pelo que compreende o “descontentamento” generalizado da população.

Tal como acontece no domínio privado, Alexandrino lembra que também no setor público, uma situação de prestação de um “mau serviço” abre caminho ao pedido de indemnização. “Temos os relatórios”, continuou o presidente, certo de que a razão está do lado do município que, por mês, paga uma fatura de saneamento na ordem dos 90 mil Euros.

LEIA TAMBÉM

Atropelamento mortal em Candosa, concelho de Tábua

Mulher morreu hoje em Oliveira do Hospital vítima de atropelamento na EN17 junto ao Lidl

Uma mulher, com 60 anos, morreu ao final da manhã de hoje na sequência de …

Detidos incendiários em Viseu, Vouzela e Tondela

A Polícia Judiciária deteve um homem, de 41 anos, casado, servente de pedreiro, pela presumível …

  • Guerra Junqueiro

    Sr. Presidente;

    Tanto criticou o Mário Alves que não tinha uma politica para o saneamento e para o abastecimento se água!!! Não resolvia o PDM!!!
    E agora? Depois de 4 anos e muitos milhares de euros investido?
    O que tem a dizer?
    Quem vai culpar desta vez?

    Cumprimentos
    Guerra Junqueiro

    • Erasmo de Roterdão

      Outra vez, “Guerra”? Não é melhor ver de quem é a culpa? Estão a dizer-te de quem é que vão responsabilizar e pedir indemnização e tu perguntas de quem é a culpa..? Do PDM, pergunta às comissões que andam espalhadas por esse País abaixo e que todas deitam faladura no assunto e que falam muito mas resolvem pouco.

      • Guerra Junqueiro

        Acredito naqueles que procuram a verdade e duvido daqueles que a encontram.
        Se não sabem para onde vão qualquer caminho serve.

        Cumprimentos
        Guerra Junqueiro

        • Erasmo de Roterdao

          Eu, não acredito é nos que a não querem encontrar..!Melhor, só encontram a sua..! Se está a pedir responsabilidades, é porque sabe quem as tem, ou não..?

  • Sebastião Pereira

    Ah pois é, se a AZC não resolver o problema, vai tudo para o tribunal!

    • Guerra Junqueiro

      Quem será o advogado que aconselha o Sr. Presidente a por tudo em tribunal?

      Cumprimentos
      Guerra Junqueiro

      • Leandro Santos

        “Tudo por algumas pessoas”, por isso, o advogado terá de ser um amigalhaço do presidente! Quem mais poderia ser?