Autarquia de Tábua assina Protocolo com a Quercus

O Município de Tábua associou-se à Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza, no passado dia 21 de março, através da celebração de um protocolo, no âmbito do projeto Green Cork, que une a reciclagem à conservação da natureza, possibilitando que as rolhas de cortiça sejam recicladas e o valor dessa cortiça seja aplicado na reflorestação, com espécies originais da flora portuguesa, através do projeto Floresta Comum.

Assim, em colaboração com a Quercus e com os Restaurantes a operar no concelho, inicia-se a partir desta data o alargamento do sistema de recolha de rolhas de cortiça para reciclagem, através de pontos nos Restaurantes e no edifício da autarquia.

Associaram-se, também, a esta iniciativa o Agrupamento de Escolas de Tábua, a Eptoliva e os Escuteiros de Midões, criando recipientes destinados à recolha e depósito de rolhas de cortiça, que ficarão localizados nos edifícios escolares e sede dos escuteiros.

Para Mário Loureiro, presidente da Câmara de Tábua, o protocolo representa mais um passo no desenvolvimento sustentável do concelho, “pois é uma obrigação do executivo preocupar-se com o futuro das gerações vindouras, preservando o ambiente e preservando o que o concelho tem de melhor ao nível dos recursos naturais”. Deixou, ainda, um desafio aos tabuenses para que se unam a esta campanha, de forma a evitar o envio destes resíduos para o lixo, poupando custos com o seu tratamento.

O Vereador do Ambiente, Ricardo Cruz, reforçou que o facto de neste dia se comemorar o Dia da Floresta e da Árvore não foi um acaso, já que a reciclagem das rolhas trará benefícios ao nível das candidaturas para a reflorestação do concelho. Frisou, ainda, que a parceria com os restaurantes do concelho e com as escolas e escuteiros, vem dinamizar este projeto e ajudar a sensibilizar a população para esta temática.

Pedro Sousa, dirigente da Quercus, parabenizou o município pela adesão a este projeto, salientando que desta forma estão a ajudar duplamente o ambiente, pois estão a evitar mais poluição e a ajudar o processo de reflorestação, pois o concelho terá as suas candidaturas majorada, por estar a fazer a reciclagem das rolhas.

No âmbito deste protocolo, encontra-se um recipiente destinado à reciclagem das rolhas no edifício da autarquia que pode, e deve, ser utilizado por toda a população.

LEIA TAMBÉM

Detidos incendiários em Viseu, Vouzela e Tondela

A Polícia Judiciária deteve um homem, de 41 anos, casado, servente de pedreiro, pela presumível …

IMT vai recorrer de decisão que declarou ilegal fecho de centro de inspecção automóvel de Seia

O Instituto de Mobilidade e Transportes (IMT) anunciou que vai recorrer das decisões judiciais que …