Autarquia quer regressar ao calendário inicial e incluir “setores de ponta” na Feira Regional de Oliveira do Hospital

O momento ainda é de balanço, mas a Câmara Municipal de Hospital já tem em mente as “afinações” que pretende incutir na terceira edição da EXPOH, cuja preparação tem início a partir de setembro.

A presença daqueles que são considerados os “setores de ponta” no concelho constitui um dos objetivos a cumprir pela comissão organizadora, que pretende reforçar a presença empresarial no certame e, com isso, potenciar a realização de negócios.

“Temos que os atrair para que possam valorizar a EXPOH e os bens e produtos que vendem”, afirmou ontem o vice-presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital que já anunciou a intenção “melhorar o desenho global da feira” que, em 2012, vai assistir ao aumento de expositores.

Melhorar o cartaz é um aspeto que consta igualmente do leque de “afinações” numa lógica de “atrair mais visitantes”, sendo que a aposta num artista internacional pode igualmente ser uma realidade na EXPOH 2012.

“Sempre que os nomes internacionais vierem a preços apetecíveis serão incorporados”, garantiu José Francisco Rolo, assegurando porém que nunca serão contratados artistas que “ponham em causa o equilíbrio financeiro da Câmara” e que – como frisou – “foi cumprido este ano”.

À espera de uma crescente procura por parte de novos expositores, a comissão organizadora da EXPOH pondera reordenar o espaço físico do certame, não implicando porém uma alteração dos seus limites.

Em causa poderá estar a mudança dos expositores de carros e tratores para o exterior da feira, no local onde este ano estiveram instaladas as rulotes de farturas. A diminuição do número deste tipo de comerciantes (de farturas) também poderá ser uma realidade já em 2012.

José Francisco Rolo gostaria, contudo, que durante a EXPOH o parque de estacionamento, localizado na zona de entrada, possa funcionar como uma “praça” que sirva de ponto de encontro para os oliveirenses que se dirigem à feira.

A redução do número de dias do certame não faz parte dos planos da organização, que pretende continuar a disponibilizar aos expositores um certame, que envolva dois fins de semana e um conjunto vasto de espetáculos destinados a atrair um número cada vez maior de visitantes.

No entender da organização, a redução do número de dias não seria atrativa para os expositores que se esperam em número crescente.

Antecipada, este ano, numa semana, a EXPOH deverá em 2012 retomar o calendário com que em 2010 se estreou em Oliveira do Hospital. O objetivo, garante a organização, é aproximar o evento do mês de agosto.

Com a intenção de melhorar o certame, a Câmara Municipal prepara-se para dar início a um período de recepção de opiniões e sugestões. A preparação da EXPOH 2012 arranca já no próximo mês de setembro.

LEIA TAMBÉM

CDS oliveirense ausente da cerimónia de comemoração do feriado municipal como protesto pela condecoração a Ana Abrunhosa

O CDS oliveirense vai estar ausente da cerimónia de comemoração do feriado municipal que vai …

‘Nariz Preto’ de Pedro Tochas chega a Oliveira do Hospital

O espectáculo de Pedro Tochas, ‘Nariz Preto’, inserido no âmbito do programa ‘Coimbra Região de …