Autarquias promovem Capital do Cobre e Latão

 

Presente há 109 anos na Catraia de São Paio, pela mão do falecido Carlos Faria da Cunha, a arte de trabalhar o cobre, que corre o risco de se extinguir no concelho, está a ser alvo de uma forte campanha promocional que, em primeiro lugar, pretende homenagear empresários e artesãos que se dedicam à “arte secular”.

“Capital do Cobre & Latão – Catraia de S. Paio”, é o slogan que serve de mote à ação que, de uma forma direta, convida a uma visita à localidade onde se concentra aquela arte, pela mão de empresários que se dedicam ao fabrico e reparação de peças utilitárias ou decorativas em cobre, bem como à sua comercialização.

Como forma de reconhecer a notoriedade que a arte de trabalhar o cobre dá ao concelho, a Junta de Freguesia de Oliveira do Hospital idealizou este projeto de promoção da Catraia de S. Paio e da arte que lhe está associada. Por uma questão de geografia, também a junta de Freguesia de S. Paio de Gramaços se associou ao projeto que tem como ambição maior a construção do Museu do Cobre e Latão.

Até lá, as autarquias decidiram unir esforços, e colocar no terreno, um conjunto de ações que teve início com a edição de folhetos que contam a história do cobre, a sua presença no concelho, ao mesmo tempo que elevam a localidade a “Capital do Cobre e Latão”.

Um pouco por todo o lado é possível encontrar material alusivo à campanha promocional, que teve na EXPOH- Feira Regional de Oliveira do Hospital, uma das suas principais aparições públicas.

“Queremos ir até onde tivermos capacidade”, contou o presidente da Junta de Freguesia de Oliveira do Hospital ao correiodabeiraserra.com, que pretende colher apoios da Câmara Municipal e até do Turismo Centro de Portugal no sentido de conferir ao projeto a grandiosidade que merece.

Segundo adiantou Nuno Oliveira, o passo seguinte será o de colocação de três placas sinaléticas turístico-culturais em pontos estratégicos de acesso à localidade de Catraia de São Paio.

Para além de pretender homenagear os homens e mulheres que há mais de um século mantêm viva a arte de trabalhar o cobre e o latão, o projeto que une as duas freguesias pretende também combater os sinais da possível extinção de uma arte que, no concelho, tem uma presença muito forte no exterior. “95 por cento da produção segue para os EUA, Espanha e França”, contou o presidente da Junta de Freguesia que, também, pretende chamar a atenção para o potencial turístico associado à Catraia de São Paio.

“O cobre martelado tem um potencial de cultura e história”, observou, confiante na possibilidade de se tirar “um maior partido” da presença daquela arte secular no concelho e da qual não há grandes referências em Portugal.

No terreno há pouco mais de um mês, a ação promocional “Capital do Cobre e Latão – Catraia de São Paio” pretende ultrapassar fronteiras e marcar presença em tudo o que são feiras e outros eventos de cariz artesanal.

Para uma promoção maior, as autarquias promotoras não descartam a possibilidade de recorrer a financiamentos comunitários.

A criação de um museu do Cobre e Latão é o desígnio maior das juntas de freguesia, mas, entre os objetivos a atingir está também a colocação de um monumento de homenagem ao cobre e ao latão em sítio estratégico da localidade.

Crítico relativamente ao modelo seguido anteriormente no que respeita à ornamentação de rotundas e outros espaços públicos – “há por aí monumentos comprados e repetidos, que nem sequer estão identificados”, frisou – Nuno Oliveira defende uma ornamentação dos espaços públicos ajustada àquilo que é a história e tradição de cada localidade.

A colocação de um alambique – serve de logótipo à campanha promocional – em sítio estratégico da Catraia de São Paio é uma das ideias defendidas pelo autarca, como forma de promover a localidade a “Capital do Cobre e Latão”.

LEIA TAMBÉM

Cemitério de Nogueira do Cravo vai ser ampliado

A Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital aprovou na sexta-feira o alargamento do cemitério de …

LMAN promove “peregrinação” ao Santuário de Nossa senhora das Preces em Vale de Maceira

A Liga de Melhoramentos Desporto e Cultura de Aldeia de Nogueira (LMAN) vai realizar no …