Autárquicas: Mário Alves oficializa recandidatura às 18h00 de 1 de Agosto

O primeiro dia de Agosto foi a data escolhida para o actual presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital se posicionar na luta pela manutenção do lugar que ocupa há já dois mandatos consecutivos.

A informação foi avançada ao correiodabeiraserra.com através de nota de imprensa assinada pelo director concelhio de campanha, Rui Abrantes, sem que no entanto seja desvendado o lema da candidatura do PSD no concelho.

Na luta pelo terceiro mandato, Mário Alves volta a posicionar-se com as cores da social-democracia, não se conseguindo, contudo, dissociar do clima de crispação, que existiu entre si e a estrutura concelhia do PSD e, que marcou a quase totalidade do presente mandato autárquico.

Contando com o apoio total das estruturas distrital e nacional do PSD, o anúncio de recandidatura de Mário Alves foi gerador de fortes mudanças na Comissão Política de Secção do PSD.

Recorde-se que fruto da candidatura de Alves, o presidente da Comissão Política de Secção do PSD oliveirense optou por se desfiliar do partido, pedir a demissão da estrutura e enveredar por um projecto autárquico independente.

Na base desta tomada de posição esteve a não concordância com a recandidatura de Mário Alves e, o facto de a decisão da Concelhia em candidatar José Carlos Mendes à presidência da autarquia, não ter sido respeitada pelos órgãos distrital e nacional. O caso chegou até a seguir para o Conselho de Jurisdição Nacional do PSD e Tribunal Constitucional.

Embora sem o aval da estrutura local – que também não deve estar presente na sessão marcada para sábado – Mário Alves apresenta-se na corrida perante um eleitorado visivelmente fraccionado, que por esta altura já conhece outros dois candidatos ao mesmo lugar.

Segundo informação apurada pelo correiodabeiraserra.com, Mário Alves deverá continuar a apostar em Paulo Rocha e Fátima Antunes. Entretanto, nos últimos dias também foi apontado o nome de José António Madeira Dias, director clínico do hospital da Fundação Aurélio Amaro Diniz, como o cabeça de lista do PSD à Assembleia Municipal, actualmente presidida por António Simões Saraiva.

LEIA TAMBÉM

António Costa acusa poder local e central de não cumprir uma lei de limpeza com 12 anos

O primeiro-ministro sublinhou hoje que as obrigações legais de limpeza de mato existem desde 2006. …

Autarca de Oliveira do Hospital tem muitas dúvidas sobre a capacidade de se fazer cumprir lei de limpeza da floresta

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital acredita que nenhum concelho vai conseguir …