Auxiliares de ação educativa protestaram com vassoura e esfregona na mão

Foi no mínimo original o protesto que os auxiliares de ação educativa do antigo agrupamento de escolas da Cordinha realizaram esta manhã. Munidos de vassouras e esfregonas, aqueles profissionais foram a pé fazer limpeza na EB1 de Seixo da Beira, situada a cinco quilómetros.

A ordem era de realização de limpezas na Escola do 1º Ciclo de Ensino Básico de Seixo da Beira e os oito auxiliares de ação educativa ao serviço na sede do antigo Agrupamento de Escolas da Cordinha não hesitaram por um minuto na solução a tomar. Prontamente pegaram em baldes, vassouras, esfregonas e detergente e fizeram-se ao caminho a pé.

Uma forma que os funcionários encontraram para protestar contra a decisão de constituição do mega agrupamento de escolas de Oliveira do Hospital e que tem associada a deslocalização dos funcionários para as várias escolas do concelho, sem que seja assegurado o necessário transporte.

“Mandam-nos ir trabalhar para fora do local para onde concorremos e não há cuidado de preparar a logística”, denunciou esta manhã João Jorge, um dos oito funcionários que colocou “pés caminho”, numa forma de mostrar a insatisfação que, garante, é sentida por todos os colegas.

De acordo com aquele profissional, o que reina entre as escolas do concelho é “um clima de medo”, com as pessoas a temer pelo seu posto de trabalho. “Felizmente que alguns, hoje, têm formação e não se deixam entrar neste clima de intimidação”, referiu, destacando a importância de alguém ter que “dar a cara”.

Porta voz do grupo que hoje protestou de vassoura e esfregona em punho, João Jorge criticou a criação do mega agrupamento que entende desajustado à realidade do interior. “Deve-se vir ao terreno e não tomar atitudes na secretária, porque isto não é Lisboa, Porto ou Coimbra. É interior”, referiu, contando que no concelho uma escola pode distar 12 quilómetros de outra, mas não são 12 quilómetros que sejam percorridos com facilidade, seja por funcionários ou professores. Para aquele profissional “isto não é exequível”.

Solidário com o “protesto simbólico” protagonizado pelos auxiliares de ação educativa da Cordinha, o presidente da Câmara voltou a opor-se à constituição do mega agrupamento na certeza de que, por esta via, a intenção é de desmantelar as várias escolas do concelho”.

“Mas têm um adversário à altura”, avisou o autarca e recandidato à presidência da autarquia que garante estar ao lado da Comissão Administrativa Provisória do Mega Agrupamento de Escolas para que se encontrem “soluções a quem arranjou um mega agrupamento disparatado e prejudicando as pessoas e a educação”. “Não entendo que o PSD tenha uma candidata que é a principal responsável pelo que aconteceu”, disse ainda José Carlos Alexandrino que, ao mesmo tempo, se revelou preocupado com o ataque à escola pública em defesa dos colégio particulares. “O que o governo está a fazer é vergonhoso”, afirmou.

LEIA TAMBÉM

Primeiro-ministro apresenta 20 equipas de sapadores florestais em Oliveira do Hospital

O primeiro-ministro, António Costa, apresenta amanhã 20 novas equipas de sapadores florestais, em Oliveira do …

Actualização do recenseamento eleitoral para as autárquicas terminou hoje

A actualização do recenseamento eleitoral está suspensa a partir de hoje e até dia 1 …

  • Guerra Junqueiro

    Assistimos então a uma actuação da “Brigada Victor Jara” encomendada pelo Sr. Presidente da Câmara.
    Realmente estão todos com o medo de perder o emprego, e quando digo todos, refiro-me também ao presidente e assessor.
    Não podemos permitir, pois era um arrombo no PIB!!! Vão então oito para limpar as pequenas escolas primárias? Será que chegam? O orador, leva a bicicleta para ir a tempo para o treino!!!
    Quantos alunos há no Seixo? Há transporte para os professores?

    Cumprimentos
    Guerra Junqueiro

    • Erasmo de Roterdão

      Temo que as próximas eleições também sejam uma fraude.Agora temos mais os Munícipes,João Fonseca, Ricardo Araujo , João Gomes, Leandro Santos, todos uns acérrimos defensores da moralidade e dos bons costumes..! Eu chamo-lhe arregimentados de última hora sem honra nem espinha. A estes, entrego-os ao candidato a presidente da AM que, há poucas horas, dizia em Nogueira: Querem mudar o quê? Em 30 anos fizeram 4 Etars.Nós, em 4 anos, fizemos 14..! Concorremos pensando ter 15 milhões de euros ano. Afinal tivemos 13.Roubaram-nos 8 milhões , no mandato. Fizemos 19. 612 377 == euros de obras e subsídios, 37,7% das receitas cobradas.Investimos, em Nogueira 3 133 025 00 euros. E, eles não vêm as obras.Já os desafiei, 3 vezes, na AM, para virem debater.Não vêm..! Porquê? Querem ganhar as eleições mas já nem quorum têm na Comissão Política.Disseram que podiam só ter caído 3 freguesias mas nunca disseram como”..! Ó senhores Fonsecas, Araujos, Guerras, Gomes e quejandos.Não aceitam o desafio do presidente da AM, porquê? Já agora conseguem contestar o que o senhor disse? A mim, pareceu-me sincero e, ele, disse que estes números estão nos documentos aprovados, com louvor, pelos eleitos PSD. Em que ficamos..?A política é uma arte nobre ou é o vale tudo, por um tacho..?

      • Guerra Junqueiro

        Belarmino;

        A politica desenvolvida pela actiual equipa camarária é despesista. Tal e qual a utilizada pelos governos socialistas que nos levaram a esta situação. Banca rota e empresas destruidas.

        Não vês. Sei que não vês, que o sucesso no futuro está na capacidade de trabalho e na poupança!
        A tua conversa é de que caga milhões. Mas é só da boca para fora.
        Ao AL, meto-o num bolso, estando a dormir, porque acordado faz-me rir.

        Cumprimentos
        Guerra Junqueiro

        • Erasmo de Roterdão

          “Guerra”: Para quem anda com trabalhos a mais, na obrita à tua responsabilidade, essa do despesismo fica-te bem.Vai vendo é como pagas.Se pensas que vai ser à custa de mais “despesismo”, esquece.Tu, nem a candidato conseguiste chegar mas, continuas nos bitaites.Como é que há despesismo se tiveram um corte de 8 milhões, no mandato, e deixam a Câmara com menos um milhão e duzentos mil de dívida? Podes explicar? Depois a diferença só não vê quem não quer.30 anos 4 etars.4 anos 14 etars..!37,7% da receita para investimento..! Não dizeis que é só festas..? Ao AL metes-o no bolso como? Já ficaste pelo caminho..! Com tanta capacidade as Setembrinas, onde andam..? É só conversa fiada..! Ao fim de um ano não estás na CPC, não és candidato.Os teus já te descobriram as qualidades..?..! Quanto a Cuba, por agora , estou preocupado em combater os usufrutos e os dividendos que o PSD proporciona, e divulga nos seus comunicados..!

          • Guerra Junqueiro

            Belarmino;

            Deves estar a querer confundir.
            Mas também podes ir por aí. És capaz é de te dar mal.
            Isto não vai lá só com conversa, vai com documentos, Palavra e Honra. Predicados que não se vos aplicam.
            Se quiseres ir ter com ele para discutires o que quiseres, penso que te recebe. De certeza que vens mais valorizado.

            Cumprimentos
            Guerra Junqueiro

          • Erasmo de Roterdão

            Ir ter com quem?’ “Penso que te recebe”..! Não tens concerto..! Receber para quê? Mas a conversa é essa ou é fundamentares o despesismo..? 8 milhões de cortes, redução da dívida em 20%. 1,2 milhões de euros.Onde é que está o despesismo? 14 Etars em 4 anos..! O teu partido fez 4 em 30..! 37,7 por cento em investimento.E não vês as obras.Os munícipes vêm.Por isso vos viraram as costas.”Guerra”: eu, se tivesse o teu desempenho, saía pé ante pé, devagarinho, para ver se ninguém notava.A tua solução é a luta ou o demissionismo..? Valha-te Deus.Não passaste da fase de apuramento e queres dar aulas….Quanto ao resto o problema te basta..! As Setembrinas, bem, ainda só estamos a 13..!

          • Guerra Junqueiro

            Belarmino;

            Gastar é muito diferente de investir.
            O que fizeram foi gastar milhões, tinha-se feito muito mais e melhor investindo.
            Comecei por ser desafiado, termino quando acabar, mas não viro costas à luta,qualquer ela que seja.
            Querias mais festas, já não chegam as que nos vais fazendo.

            Cumprimentos
            Guerra Junqueiro

          • Erasmo de Roterdão

            “Guerra”: A vida das pessoas e a realidade das coisas e algo mais que a tua argumentação balofa.E como nem conseguiste ir a votos, vais continuar com a razão.Se fosses, tinhas a resposta. Mas, como tens outros iluminados a defender o mesmo que tu dia 29 ficas a saber a tua resposta.Vê lá se consegues feir lá a “obrita” que consta-me andas a nadar e a “despesar”,,,

          • Guerra Junqueiro

            Belarmino;

            Só mostras que és um ignorante.

            Cumprimentos
            Guerra Junqueiro

          • Erasmo de Roterdão

            Sei que sim…com essa inteligência , tu vais longe..!

          • Erasmo de Roterdão

            “Guerra”: Safaste-te de boa..! Ainda saíste a tempo..! Parece que a tua candidata é mesmo uma mulher de fibra..! Consta-me que, a semana passada, convidou o que resta da CPC para a deixarem em paz.Parece que, ressabiado, alguém lhe disse: “A senhora pensa que basta uma mini-saia para ganhar as eleições”..? Começo a ter receio que os que votem não tenham eleitos para assumir os cargos..! Da maneira como a coisa anda..!

          • Guerra Junqueiro

            Belarmino;

            Se a candidata tem dado ouvidos a quem bem a aconselhou, a esta hora estava a quilómetros de distância.
            Agora tem de jogar com a força da chaminé. O que lhe vale é que os candidatos PS à câmara e assembleia são muito fracos. Destes o concelho já sabe que nada ganha. É o que a vai fazer ganhar.
            Já agora, quem foi o ressabiado?

            Cumprimentos
            Guerra Junqueiro

          • Erasmo de Roterdão

            Achas o Erasmo um delator..? Depois do “porradão” que esta equipa “de fracos” vos vai dar, como classificas a derrota da senhora? Hoje , em Nogueira, até tive dó da senhora.Chegou e esteve com os que levou.Os poucos com quem falou foram para dentro confraternizar com a “equipa dos fracos”…

          • Guerra Junqueiro

            Belarmino;

            Não se rezou nada dessa história.

            Cumprimentos
            Guerra Junqueiro

  • Ricardo Araujo

    Eu compreendo que se forjem situações no pasquim e que essas situações sejam sempre as mesmas (megagrupamento) xega!! Tou farto de ouvir a mm léria. Qual é o problema? pelo que me apercebo, agora com o arranque do ano lectivo, deixaram de haver uma carrada de directores, delegados, acessores, e outros que deixaram de ter um ordenado bastante insuflado em comparação com o simples e mortal professor trabalhador!

    Agora já não há 7 directores, 7 delegados, 7 acessores, e 7 outros. Agora há 1 director, 1 delegado, 1 acessor, e 1 outros.
    E então!??!?

    Que socratismo municipal!

    Trabalhem mazé!! Ó Biju! Já tiraste a carta ou continuas de motorista?

    As eleições primeiro as pessoas depois!!

  • João Fonseca

    Uma encenação quase perfeita! E digo “quase” porque existem aqui alguns erros. Pelo menos 50% dos supostos “manifestantes”não pegam nas vassouras a já a alguns anos! Uns para não estragarem as unhas, e o porta voz porque passa o dia no computador nas redes sociais, ou a procura de novas técnicas de futsal. “Aprendiz de treinador”. Claro que eles tem medo de perder o emprego. Quem queria trabalhadores destes? E já agora a escola do seixo não tem uma funcionaria?? A pois esta também não pode estragar as unhas! É mãe

    da Sra Doutora!!!!!!

  • Guerra Junqueiro

    Belarmino;
    Para que fiques a saber:

    «O Governo de Cuba vai avançar com o despedimento de “pelo menos” 500 mil
    funcionários dos quadros estatais durante os próximos seis meses e permitir que
    esses trabalhadores se dediquem a outras actividades no sector privado,
    anunciou ontem a Central de Trabalhadores de Cuba (CTC), a federação oficial de
    sindicatos do país.»

    Cumprimentos
    Guerra Junqueiro

  • o atento

    Ai, ai, o que o Sr. Presidente da Camara Municipal nao conta é que lhe foi feita uma proposta para apresentar um projecto para o concelho ficasse com 2 agrupamentos e ele nao foi capaz de o fazer, nao tomou a iniciativa empurrando sempre a decisao para os outros e agora tem a lata de vir falar desta maneira… Menos muito Menos….

  • F. Privada

    Aqui está um bom exemplo da Função Pública. Depois, querem que nós pobres mortais trabalhadores da Função Privada, tenhamos boa opinião de “alguns” trabalhadores da F. Pública, digo alguns, porque felizmente ainda há quem trabalhe, mas esses, cada vez mais, são uma minoria. Todos nós (trabalhadores da F. Privada), temos de assegurar o nosso transporte, e esta gente queixa-se de quê???? Acho que o que lhes falta na realidade é trabalho, porque emprego já têm, e o medo que têm é legítimo, infelizmente não é pela razão que apregoam, mas sim, pelo medo de terem que trabalhar. Esta gente anda muito mal habituada, e é ridículo nos tempos que correm, quando a taxa de desemprego aumenta e algumas famílias agonizam por falta de comida à mesa, virem protestar por terem de se deslocar uns míseros 5 quilómetros. E nós termos de estar a pagar para esta palhaçada, sim, porque a hora que demoraram a deslocar-se foi-lhes paga. Tenham dó e vergonha. Política à parte, até porque desconheço as medidas impostas pelo M. da Educação, mas esta solução , independentemente das políticas tomadas serem mais ou menos corretas, é errada e é um atentado a quem trabalha e faz quilómetros atrás de quilómetros rezando diariamente para manter o posto de trabalho e para que o seu patrão prospere, só assim se consegue manter o nosso trabalho. Mas para muitas destas pessoas, o patrão é uma coisa que não existe, ou pelo menos não se vê nem está presente, chama-se Estado , e só serve para ser enganado.

    • Guerra Junqueiro

      F. Privada;

      Os socialistas acham que têm direito a que todos os outros trabalhem com o dever de os sustentar.

      Cumprimentos
      Guerra Junqueiro

  • Jorge Brito

    Palhaçada.

  • Jorge Brito

    Mas será que alguém acredita que isto foi um protesto? Mero divertimento dos intervenientes! Palhaçada. Isto é o espelho da maioria dos trabalhadores da função publica. Sr presidente do mega agrupamento, olhos abertos porque aquilo para as bandas do Ervedal, já a muitos anos que anda a deriva. E acredite o sr da bicicleta se não lhe colocar travões nunca mais o apanha.E já agora! Naturalmente estes srs. vão ter um processo disciplinar? E porque não, ja que se vala em despedimentos na função publica….sempre eram 6! E com justa causa.

    • Guerra Junqueiro

      Jorge Brito;

      Eram oito.

      Cumprimentos
      Guerra Junqueiro

  • Desalinhado

    Uma palavra, palhaçada
    Esta da gente da função publica que se mentalize que tudo mudou em Portugal. Trabalham 8 horas, ok, qual o problema? Esta Malta vai ter que se deslocar, qual o problema? Uma sugestão , se entendem que não vale a pena trabalhar para o estado, abandonem e dão lugar a outros…….. Outro pormenor, a Malta da foto, coincidência ou não e tudo Malta do ps, e já agora, para alguns a esfregona e so fachada…….Pergunto, quem vai de Oliveira ao ervedal não vai para o seixo?????

  • Guerra Junqueiro

    Amanhã, começa formalmente a campanha autárquica. Como tal, decidi deixar os comentários políticos para os intervenientes.
    É agora tempo de os ouvirmos, de os questionarmos e de os deixarmos explicar os seus projectos.
    Até agora só temos dado conta de ruído, nada de palpável, nada de objectivo. Todas as equipas se mostram muito amorfas, sem vontade e descrentes. Parecendo que não acreditam neles próprios.
    Vamos esperar até ao final do dia 29 do corrente para tirarmos as devidas ilações quer do que foi o passado, quer do que será o futuro.
    Quem esperar de mim alguma resposta, questione agora, pois à meia noite fecho a loja.

    Cumprimentos
    Guerra Junqueiro