AZC assegura resolução de problema na ETAR de Alvôco de Várzeas

 

… por via de uma alteração no sistema de entrada de efluentes.

Na sequência da notícia publicada por este diário digital “Nova ETAR faz descargas não tratadas no rio Alvôco”, a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital partilhou com o correiodabeiraserra.com o conteúdo de um ofício enviado ontem pela empresa Águas do Zêzere e Côa a propósito daquela matéria.

“Têm ocorrido problemas na descarga da ETAR de Alvôco das Várzeas derivado ao baixo caudal e ao número elevado de sólidos que são deitados na rede em baixa”, lê-se no documento, onde a AZC adianta que vai efetuar “uma alteração na obra de entrada que retenha um volume de sólidos, através da construção de um septo e do alargamento do diâmetro da tubagem logo após a obra de entrada”.

Uma alteração que é entendida pela empresa como suficiente, para pôr termo ao problema de acumulação de sólidos na descarga da ETAR que foi detetado no final da semana passada e tem estado a permitir a descarga de águas não tratadas no rio Alvôco, no açude da Moenda.

No mesmo ofício, a empresa assegura já ter procedido à limpeza dos resíduos acumulados na boca de descarga da ETAR e que provocaram maus cheiros aos residentes da unidade turística Quinta da Moenda.

LEIA TAMBÉM

“O presidente diz que Oliveira está na moda. Adarnela só se for na moda da idade da pedra. Não tem água, nem saneamento”

Quem chega a Adarnela, no concelho de Oliveira do Hospital encontra uma localidade dividida entre …

Cemitério de Nogueira do Cravo vai ser ampliado

A Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital aprovou na sexta-feira o alargamento do cemitério de …