Banco Central Europeu prevê recessão mais profunda na zona euro

O presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, anunciou, esta quinta-feira, uma revisão em baixa das estimativas de crescimento para a zona euro, esperando agora que a recessão este ano atinja os 0,6 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) da região, informa a edição online do JN.

Na conferência de imprensa que se seguiu à reunião do conselho de governadores da instituição que lidera, onde foi decidida uma manutenção das taxas de juro apesar das expectativas mais pessimistas para a área do euro, Mario Draghi disse que continuam à espera de “uma estabilização da economia ao longo do ano”.

Segundo o presidente do BCE, os dados mais recentes dão conta de uma estabilização e mesmo um início da retoma no final do ano, e, como tal, a revisão em baixa de 0,1 pontos percentuais não deu para já lugar a novo corte nas taxas de juro de referência, que sofreram uma redução no mês passado.

“A atividade económica na zona euro deve estabilizar e recuperar ao longo do ano apesar de a um ritmo lento”, disse o presidente aos jornalistas em Frankfurt, na sede do BCE.

Os riscos para a inflação continuam “equilibrados na generalidade”, enquanto existem riscos descendentes para o crescimento económico. Ainda assim, o líder do BCE garante que a instituição irá continuar vigilante.

LEIA TAMBÉM

GNR deteve alegados traficantes de droga nos acessos a uma “Rave” em Oliveira do Hospital

Pastor de 90 anos continua desaparecido em Seia

Um pastor de 90 anos que está desaparecido na pequena localidade de Valezim no concelho de …

Polícia Judiciária deteve mulher que tentava introduzir haxixe na prisão de Coimbra

PJ deteve em Coimbra suspeito de homicídio na forma tentada

A Polícia Judiciária (PJ) identificou e deteve, na segunda-feira, em Coimbra, um homem suspeito da …