Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital assinalou 3.º aniversário

A Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital assinalou esta terça-feira, 10 de junho, o seu 3.º aniversário. O momento contou com casa cheia de utilizadores e amigos, que participaram nestas comemorações, que iniciaram com a apresentação do livro “O meu irmão vem aí” de Rita Alexandra Figueiredo, autora natural do concelho.

Um livro “muito peculiar e direcionado aos mais pequenos” como referiu a vereadora da Cultura, Graça Silva, dando conta que a promoção de iniciativas como esta vem ao encontro do que tem sido uma das apostas do executivo, na Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital, “incidir nas atividades direcionadas para o público infantojuvenil”. “Tem sido este o objetivo nestes três anos: trazer muitos jovens leitores para que criem hábitos de leitura e vejam a Biblioteca Municipal, ao longo do seu crescimento, como um espaço de conhecimento”, acrescentou.

“O meu irmão vem aí” foi editado com a chancela da Chiado Editora que se fez representar por António José Silva e a apresentação da obra contou com a presença da autora e da ilustradora Diana Filipa Silva. Cristina Loureiro foi responsável por apresentar a autora de quem realçou que “este livro é o espelho da grandeza da simplicidade que impera na sua escrita”. Confessando que partilhava “um dia de dupla felicidade porque posso realizar o meu sonho de publicar um livro e é o aniversário do meu pai”, Rita Alexandra Figueiredo considerou que “não podia ser o melhor dia para lançar este livro que é de celebração da família” e que “pretende dissipar as dúvidas da chegada de um irmão”.

Congratulando a autora pela escrita de “um livro de grande simplicidade, que fala da família e dos sentimentos, e que é para dar a ler aos nossos filhos e netos”, o presidente da Câmara Municipal, José Carlos Alexandrino sublinhou a forte componente cultural existente no concelho e a elevada qualidade dos autores concelhios.

“Todos juntos fazemos um concelho diferente e Oliveira do Hospital tem uma riqueza extraordinária nas suas gentes”, afirmou o autarca que neste 3.º aniversário enalteceu o “trabalho que é feito” ao longo do ano na Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital.

Outro momento alto destas comemorações foi a assinatura dos protocolos do projeto “Viver a Ler +” dirigido às instituições do concelho com valência de idosos e que visa a deslocação da Biblioteca, uma vez por mês, a estas instituições para deixar livros, revistas e jornais, e dinamizar atividades de promoção da leitura. Até ao momento 14 IPSS aderiram a este projeto o que é relevante da pertinência do mesmo. Um aspeto que foi valorizado pelo vereador da Ação Social, José Francisco Rolo que destacou “o esforço em levar a leitura às IPSS” deste “projeto meritório” que fomenta um envelhecimento ativo.

Para o vice-presidente da Câmara Municipal o projeto “Viver a Ler +”, “mais do que levar leitura, é levar vida e um momento de novidade na rotina das instituições” e é parte “do que entendemos como educação e formação ativa ao longo da vida”.

O programa das comemorações completou-se com a atribuição de certificados aos habituais frequentadores das atividade promovidas na Biblioteca Municipal, carinhosamente chamados de “Amigos da Biblioteca” e com a distinção do melhor leitor das Bibliotecas Escolares no ano letivo 2013/2014 – Tatiana Quaresma da Escola da Cordinha (51 livros) – e dos melhores leitores da Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital nas três categorias: crianças, adolescentes e adultos – Mateus Ferreira Pires (126 livros); Andreia Nunes Dias (47 livros) e Cláudia Lemos Rodrigues (78 livros), respetivamente.

Neste último ano, a Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital registou mensalmente a entrada de 2 mil pessoas, entre utilizadores e participantes nas atividades. Dando cumprimento ao seu principal objetivo – a promoção da leitura – foram dinamizadas, por mês, uma média de 21 iniciativas, com particular destaque para as atividades dirigidas ao público infantil. De registar ainda que neste terceiro ano de atividade registaram-se perto de 170 novos leitores e foram requisitados 3 mil livros. No final da tarde foi promovido um concerto comemorativo do aniversário pela Banda Filarmónica Fidelidade de Aldeia das Dez.

LEIA TAMBÉM

MAAVIM acusa Ministro da Agricultura de ignorância

O Movimento Associativo Apoio Vítimas Incêndio Midões (MAAVIM) acusou hoje em comunicado o Ministro da …

GNR realizou ontem 40 detenções em flagrante delito, sete das quais por roubo

Dois detidos por crime de tráfico sexual em Seia

Um homem de 45 anos e uma mulher de 42 foram ontem detidos por suspeita …