Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital dá a conhecer história concelhia

A “História de um Cavaleiro de Ulveira do Espital” é, por estes dias, o centro das atenções na Ludoteca da Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital.

Trata-se da história de um ferreiro, Domingues Joanes, que terá vivido nas terras de Ulveira do Espital no início do século XII, e que terá descoberto pedaços de ouro e assim enriqueceu. Reza a lenda que, em seguida, partiu para terras de França onde lutou pelo rei e em troca dos seus serviços recebeu o título de nobre. Mais tarde regressou à sua terra natal casando em segundas núpcias com Dona Domingas Sabachais.

Por volta de 1342 mandou construir uma capela para si e para a sua esposa, a Capela dos Ferreiros que demonstra como o ferreiro Domingues Joanes era um rico e afamado nobre da nossa cidade. É no interior deste maravilhoso património que se encontra a réplica da escultura do cavaleiro em pedra de ançã, obra do Mestre Pêro. Já mais tarde, com o foral de D. Manuel I, Ulveira passa a chamar-se Oliveira do Hospital.

Com esta história retoma-se uma tradição que tem sido seguida na Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital ao colocar a história local como ponto central desta dramatização. Um trabalho desenvolvido pela equipa da Ludoteca e que vai ao encontro das expectativas dos docentes do pré-escolar e do 1.º CEB do concelho, uma vez que está relacionada com a história e com o património concelhio.

“Sublinhe-se que é fundamental para as crianças terem conhecimento sobre a história do nosso concelho, do nosso património e da génese da toponímia, aspetos que são trabalhados com esta dramatização, a “História de um Cavaleiro de Ulveira do Espital”, refere nota enviada ao correiodabeiraserra.com.

A atividade é dirigida especialmente ao público em idade pré-escolar e escolar e está sujeita a marcação prévia junto da Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital.

LEIA TAMBÉM

GNR realizou ontem 40 detenções em flagrante delito, sete das quais por roubo

Filho preso por suspeitas de ter matado mãe com martelo em Viseu

O homem de 37 anos suspeito de ter matado a mãe em Santarinho, no concelho …

Um morto e dois feridos em acidente em Viseu

Uma colisão entre dois veículos ligeiros hoje de manhã, em Sátão, distrito de Viseu, provocou …