BLC 3 apresenta bioREFINA-TER na 6ª Expo Energia

 

O investigador João Nunes e presidente do Conselho de Administração da BLC3 – Plataforma de Desenvolvimento da Região Interior Centro prepara-se para apresentar o projeto bioREFINA-TER, na 6ª edição da Expo Energia, que vai decorrer entre 8 e 11 de novembro, no Centro de Congressos da Universidade Católica, em Lisboa, subordinado ao tema “Novos Mercados, Encontro de Sectores”.

A apresentação do bioFERINA-TER, projeto que está a ser coordenado pela BLC 3 e envolve a participação de diversas entidades de investigação nacionais e internacionais – (Universidade de Coimbra, Universidade de Aveiro, Laboratório Nacional de Energia e Geologia, Instituto Politécnico de Coimbra, Catálisis e Petroleoquímica de Espanha e Universidade do País Basco) acontecerá no dia 10 de novembro e será enquadrada no Fórum “Green Energy e Fontes Energéticas Renováveis”. As intervenções estarão subordinadas ao tema “Utilização de fontes de Bioenergia: Contributo dos Biocombustíveis para a diversificação das fontes energéticas”.

Em fase de patenteamento, o bioREFINA-TER é um projecto multi-discilplinar de I&D (investigação, Desenvolvimento e Inovação) que visa desenvolver, em rede, a adaptação de tecnologias avançadas para converter os resíduos de exploração florestal e agrícola da região, matos e incultos e resíduos agro-florestais, em bioprodutos.

Lançado em Novembro de 2010 pela BLC 3, o projeto de bioenergia está vocacionado para o desenvolvimento tecnológico associado ao aproveitamento de resíduos lenhocelulósicos para a produção de biocombustíveis e outros bioprodutos e pretende – conforme comunicado enviado a este diário digital – “regenerar e revigorar o tecido económico e social da região”.

Ligado ao mundo científico e à Universidade, o bioREFINA-TER tem vários parceiros entre os seus associados (17 entidades de I&D, dois países europeus e três grupos empresariais: Galp Energia, Sonae Indústria e Siemens) e – lê-se no comunicado – “é encarado por vários especialistas como uma rampa de lançamento para um novo modelo de desenvolvimento do interior do país, que permita gerar emprego de qualidade”.

LEIA TAMBÉM

AVMISP avisa, após reunião Marcelo Rebelo de Sousa, que falta de apoios pode levar empresas afectadas pelos incêndios a encerrar

A Associação das Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal (AVMISP) lamentou hoje, na …

Ano de 2017 foi o melhor de sempre para o turismo no Centro de Portugal

O ano de 2017 foi o melhor de sempre para a atividade turística no Centro …